Lotus apresenta plataforma para a próxima geração de desportivos elétricos

By on 21 Setembro, 2021

Os sucessores do Lotus Elise, Exige e Evora vão recorrer a esta nova plataforma. O primeiro tem chegada prevista ao mercado na segunda metade da década.

A Lotus decidiu pôr fim a uma longa história dos Elise, Exige e Evora. Os três modelos a combustão, que fizeram parte da gama durante vários anos, saem de cena para dar o lugar ao futuro 100% elétrico da marca britânica detida pelo gigante chinês, Geely. Agora, a Lotus revelou o primeiro passo para o futuro, mais precisamente, a nova plataforma que vai ser a base para a próxima geração de veículos.

Esta nova arquitetura, que é 37% mais leve do que utilizada no Emira, vai permitir a utilização de baterias de 66.4 kWh até 99.6 kWh. Para além disso, permite a inclusão de um ou dois motores elétricos, com potências de 476 cv e 884 cv, respetivamente, o que deixa prever desportivos verdadeiramente velozes. De referir ainda que esta plataforma permite distância entre eixos a começar nos 2470 mm e pode ir até mais de 2650 mm.

“Os EV atuais são pesados em comparação com os equivalentes a combustão, por isso, o financiamento ARMD ajudou a Lotus a inovar no início do ciclo do produto e desenvolver uma nova plataforma que visa baixo peso e performance desde a conceção. Em vez de desenvolver um único veículo, isto significa que a Lotus tem agora o “Plano” para a próxima geração de carros desportivos elétricos, para futuros produtos da Lotus”, refere Richard Moore, diretor executivo, engenheiro, na Lotus Cars.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)