Luca de Meo alerta: escassez de semicondutores deve continuar em 2022

By on 9 Julho, 2021

Segundo Luca de Meo, CEO da Renault, a escassez de semicondutores que tem vindo a afetar a indústria automóvel vai continuar no próximo ano.

Atualmente, a escassez de semicondutores tem vindo a causar sérios problemas de produção um pouco por todos os fabricantes de automóveis, e não só, contudo, parece que não há fim à vista. Luca de Meo, em declarações no parlamento francês, disse que o maior fornecedor do Grupo Renault vê a crise de semicondutores como uma “coisa estrutural que vai continuar connosco durante 2022”.

De recordar que tanto a Renault como grande parte dos fabricantes de automóveis sofreram uma quebra no volume de produção previsto na primeira metade de 2021 devido à falta deste componente. A crise de semicondutores teve início com a pandemia e tem afetado várias indústrias a nível mundial.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)