Mazda recolhe 25 mil unidades do novo 3 nos Estados Unidos

By on 2 Julho, 2019

Um boletim da NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration) revelou que alguns modelos do novo Mazda3 vendidos nos EUA podem exibir um espaço entre as porcas do cubo e a falange que o suporta, podendo a roda cair. Literalmente.

Por via disso, vão ser recolhidos mais de 25 mil unidades com um problema que a Mazda já identificou, se deve a uma dificuldade no processo de montagem do veículo, podendo esta folga provocar o desaperto das porcas, com o tempo, mesmo que estas tenham sido apertadas com o binário certo. Caso as porcas se soltem, a roda pode cair. 

Não há nenhum relatório oficial de rodas que tenham caído de algum Mazda3, pelo que não houve acidentes ou algum dano pessoal ou material.

Trata-se, apenas, de um erro de montagem já detetado e corrigido, mas que exige pronta ação para corrigir o problema nos veículos. Os modelos afetados foram produzidos entre 25 de setembro de 2018 e 19 de abril de 2019, sendo no total 25 003 unidades a serem chamadas para reparação. A reparação é simples: basta reapertar tudo com o binário correto e desta forma já não haverá o tal espaço que pode desapertar as rodas. E depois desta situação, as fábricas da Mazda no Japão e no México fazem uma tripla verificação do aperto dos cubos das rodas e das rodas.

Não há notícia de modelos afetados na Europa por este problema de montagem já resolvido pela Mazda.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)