Renault 5: 50 mil pessoas na lista de espera
Renault 5: Uma longa vida à sua frente?

Mégane R.S. faz a sua despedida com uma edição especial e muito limitada

By on 11 Janeiro, 2023

No ano em que completa duas décadas de existência, o Mégane R.S. vai-se despedir do mercado em grande forma, com sua melhor versão de sempre e numa edição de colecionador.

O Mégane R.S. é um modelo que marcou algumas gerações de desportivos compactos de alto gabarito, daqueles que conseguem deixar o seu nome inscrito em traçados tão icónicos como o do Nordschleife, por exemplo. A sua primeira geração foi apresentada em 2003 e desde essa altura que não parou de evoluir, através de uma dinâmica cada vez mais apurada, de um motor cada vez mais competitivo e potente e de tecnologias que o foram deixando ainda mais eficaz e divertido de conduzir.

A sua expressão máxima é este novo “Ultime”, uma versão baseada no Mégane R.S. Trophy e que verá produzidas apenas 1976 unidades, numa referência ao ano em que a Renault Sport iniciou a sua atividade. A assinatura de Laurent Hurgon – o piloto e especialista em desenvolvimento que estabeleceu os recordes em pista com este modelo – estará presente em todas as unidades, em conjunto com uma chapa metálica identificativa da unidade desta edição especial.

“O Megane R.S. representa 15 anos do meu trabalho na Renault Sport. Desde o Megane II fase 2, temos melhorado constantemente o seu desempenho dinâmico, de modo a continuarmos a ser líderes entre os automóveis desportivos de tração dianteira. Recordes como o do Nordschleife, no Nürburgring, são desafios inesquecíveis, cheios de paixão, adrenalina e emoção. E, agora, o Megane R.S. Ultime. Estou particularmente orgulhoso por assinar a versão que coroa esta maravilhosa saga”.

Laurent Hurgon, piloto e especialista de desenvolvimento no Grupo Renault

Além das quatro cores que vão estar disponíveis para a carroçaria (Star Black, Pearl White, Sirius Yellow e Tonic Orange), marca também presença o duplo diamante e gráficos específicos inspirados no logo da marca francesa, mas também diversos elementos que passam a estar pintados em preto brilhante. E na lateral, o número 1976 confirma a homenagem ao ano de início de atividade da Renault Sport.

A bordo, o ambiente não é menos desportivo, sendo que o maior destaque está nos assentos desportivos da Recaro, forrados em Alcantara e com o logo R.S. bordado, ou no volante desportivo forrado em pele a Alcantara e com o logo da Renault Sport na parte inferior. O equipamento de série já inclui tudo o que é necessário, como o sistema de telemetria que é visível no monitor vertical de 9,3 polegadas, o sistema de som da Bose e o painel de instrumentos totalmente digital.

Lá na frente, debaixo do capot, está o motor turbo de quatro cilindros e 300 cavalos de potência, que está associado a uma caixa de velocidades automática de dupla embraiagem e a um diferencial mecânico Torsen para ajudar numa dinâmica muito especial. Mas também não falta o chassis Cup rebaixado, o sistema de travagem da Brembo, os pneus Bridgestone Potenza S007, desenvolvidos para o Megane R.S. Trophy R, montados em jantes de 19 polegadas e o sistema 4Control de quatro rodas direcionais que ainda melhoram a dinâmica deste modelo nos traçados mais sinuosos.

O Mégane R.S. Ultime será também o último modelo a incluir a designação RS, ou Renault Sport, que nos brindou com tantas criações de que nos vamos lembrar durante muito tempo. A partir deste modelo, as interpretações mais desportivas deste construtor serão assinadas pela Alpine, que é a marca de automóveis desportivos do Grupo Renault e que não só terá novas criações no futuro, como níveis de equipamento mais desportivos nos modelos da Renault, tal como já podemos ver com o novo Austral, por exemplo.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)