Mercado automóvel português começa 2021 com queda de 28,5%

By on 1 Fevereiro, 2021

Depois de um ano de 2020 tão atípico, o mercado automóvel português começa 2021 com o pé esquerdo. De facto, os dados da ACAP mostram que os 12 512 veículos matriculados em janeiro de 2021 representam uma quebra de 28,5% face a igual período em 2020. A Associação Automóvel de Portugal refere ainda que “esta queda não foi superior porque no mês de janeiro foram matriculadas várias centenas de veículos híbridos, cujo imposto foi liquidado em 2020. Isto, devido ao agravamento do ISV, aprovado no Orçamento para 2021”, podemos ler em comunicado.

 Peugeot na liderança, Renault com início lento

No que diz respeito ao mercado de automóveis ligeiros de passageiros, a Peugeot foi a marca que mais vendeu com 1354 unidades vendidas em janeiro (-15,6% face a 2020). O pódio é completo por duas marcas premium alemãs, Mercedes-Benz com 1223 carros matriculados (-16,3%) e pela BMW com 1129 unidades (+5,2%). No quarto lugar surge a Toyota com 724 unidades (+12,8%) e, a fechar o top 5, surge a Renault com uma quebra de 57,5% face a janeiro de 2020.

Relativamente a marcas que melhoraram os números em janeiro de 2021 face a 2020, para além das já mencionadas BMW e Toyota, encontramos a Hyundai (539 unidades, +1,1%), Honda (179 unidades, +28,8%), Lexus (95 unidades, +120,9%) e Bentley (3 unidades, +33,3%).

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)