Mercado nacional amortece queda com recuo de 54,2% em junho

By on 2 Julho, 2020

O mercado de ligeiros recuou 56,2% ao comercializar 11.076 unidades durante o mês de junho, menos 15.229 unidades em que igual período de 2019.

Fazendo contas ao acumulado dos primeiros seis meses do ano, a queda é de 49,6%, com 64.848 unidades, menos 63.747 carros que em 2019! Nos ligeiros de passageiros, a queda é de 36 por cento, com 2.347 unidades vendidas em junho, menos 1.319 veículos que em igual período de 2019. No acumulado registou-se uma queda de 38,9%, com 11.622 unidades comercializadas, menos 7.383 veículos. Finalmente, entre os pesados, a queda foi mais abrupta com 67 por cento de recuo, com 255 unidades vendidas contras as 722 de 2019, o que no acumulado se traduz numa perda de metade do mercado (50,3%), ou seja, 1.531 unidades em 2020, 3078 em 2019.

Nos ligeiros, a vantagem está do lado da Renault que vendeu 1676 carros em junho, contra os 1276 da Peugeot, os 912 da Mercedes, os 574 da BMW e 533 da Citroen, que fecha o top 5. A fechar o Top 10, temos a Nissan (509), a Seat (467), a Toyota (610), Ford (560) e a Volkswagen (504). A Renault perdeu 60,9% de vendas, a Peugeot recuou 39,7%, e a BMW perdeu 59,3% das suas vendas. 

Para lá de marcas como a Lamborghini, a Alpine, a Maserati e a Aston Martin, que não comercializaram nenhum carro, os maiores recuos foram da Citroen (68,5%), Fiat (82,3%), Mitsubishi (88,7%), a Smart (87.2%) e a Alfa Romeo (88,6%). No lado oposto está a Porsche, que cresceu 2,3%, a única marca que conseguiu aumentar vendas com 89 carros entregues em junho, estando já com 368 unidades vendidas em seis meses, o que é mais 24,3% que em igual período de 2019. Ou seja, a Porsche não foi abalada pela crise do Covid-19.

Apenas Renault e Peugeot conseguiram vender nas unidades dos milhares, pois todos os outros ficaram nas centenas e muitos apenas nas dezenas de vendas.

Nos comerciais ligeiros, a liderança é da Peugeot – e isso acaba por lhe dar a liderança do mercado quando juntamos os ligeiros comerciais e de passageiros, por apenas 9 unidades: 9650 carros para a Peugeot, 9641 unidades para a Renault em seis meses – seguida da Peugeot, Citroen, Fiat e Ford. Nos pesados, a MAN lidera na frente da Volvo, Renault, Mercedes e Scania.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)