Mercado: quais as marcas que ganharam e perderam em maio? O luxo vendeu ou não?

By on 8 Junho, 2020

O mercado nacional, como o AUTOMAIS já noticiou, conheceu uma queda violenta no mês de maio, cifrada em 71,6%, com os ligeiros a recuarem 74,7%, os comerciais ligeiros 51,3% e os pesados 68,5%. Mas, quem ganhou e quem perdeu em maio? E o luxo, continua a passar incólume?

Se juntarmos os ligeiros de passageiros e os comerciais ligeiros, quem ganha é a Peugeot que assume a liderança do mercado com um recuo de 44,3% com 7.934 carros vendidos em cinco meses de 2020 (em 2019 no mesmo período entregou 14.253 unidades). A Renault caiu para o segundo lugar com 7.586 veículos, uma queda de 56,2% (em maio perdeu 77,5% das vendas), pois nos primeiros cinco meses do ano passado vendeu 17.311 unidades.

O terceiro lugar nas vendas nacionais pertence á Mercedes que em maio perdeu 48,8% e no acumulado consegui amortecer a queda e perdeu “apenas” 29,2%, comercializando 5.559 unidades. A BMW segue no quinto lugar (atrás da Citroen que perdeu 77,3% em maio com 520 carros vendidos, mas no acumulado tem 4.608 unidades, menos 49,7%) com um recuo de 58,3% em maio para 563 viaturas. No acumulado, são 49,7% menos com 4.046 veículos.

As vendas das marcas Premium foram lideradas, assim, pela Mercedes, seguida da BMW e a longa distância pela Volvo que segue no 15º lugar (vendeu 210 carros em maio, menos 59,5% e no acumulado tem 1.220 carros, menos 49,1%), estando a Audi no 18º lugar global, 4º entre os Premium com 124 carros vendidos em maio e 876 nos primeiros cinco meses de 2020, ou seja, um recuo, respetivamente, de 70,4 e 42%.

A Porsche vendeu em maio 47 carros (em 2019 vendeu 61) e nos primeiros cinco meses de 2020, 279 unidades (em igual período de 2019 foram 209), o que representa um ganho de 33,5% face a 2019. A Jaguar perdeu 66,7% em maio (23 carros contra 69 em 2019), a Lexus recuou 64,1% (14 unidades face ás 39 de 2019), enquanto Lamborghini e Bentley não venderam um carro em maio, embora a casa italiana esteja em terreno positivo, pois nos primeiros cinco meses de 2020 comercializou 10 unidades, mais 25% que o ano passado (onde vendeu 8 unidades). A Ferrari vendeu um carro e em cinco meses vendeu 5 carros (7 em 2019). Maserati e Aston Martin continuaram em maio sem vender um único veículo.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)