Mercedes GLC F-CELL: Mobilidade a hidrogénio

By on 8 Setembro, 2017

Mercedes GLC F-CELL

A próxima geração de veículos da Mercedes-Benz propulsionados a hidrogénio, de tecnologia fuel cell, está a ser desenvolvida com base no modelo GLC. O veículo de pré-produção do modelo GLC F-CELL combina inovadora tecnologia fuel cell com baterias, num plug-in híbrido quer será apresentado no Salão do Automóvel de Frankfurt.

Desta forma a Mercedes procura afirmar-se enquanto líder em novas tecnologias de mobilidade e desenvolver a sua estratégia de inovação “CASE”. “CASE” refere-se a: networking (Connected), condução autónoma (Autonomous), flexibilidade de uso (Shared & Services) sistemas de propulsão eléctrica (Electric). Actualmente a Mercedes prepara-se para eventualmente iniciar produção em série de veículos fuel cell.

Os testes em estrada iniciaram-se depois dos primeiros protótipos do GLC F-Cell terem sidos submetidos a rigorosos e exigentes testes de laboratório. Entre outros, os veículos foram postos à prova nos circuitos de teste de IDIADA (Espanha), Arjeplog (Suécia) e Boxberg (Alemanha). Também foram conduzidos na Seirra Nevada (Espanha), em Schwäbische Alb e na Floresta Negra (Alemanha). O programa consistiu em mais de 500 testes individuais, considerados standard, e testes especiais que serviram para avaliar o sistema de propulsão eléctrica e a interacção de todos os seus componentes.

Segurança

Com quase 30 anos de experiência em veículos fuel cell, os engenheiros da Mercedes responsáveis pelo desenvolvimento do GLC F-CELL dedicaram atenção especial a questões de segurança, nomeadamente em relação aos tanques de hidrogénio, vedantes de gases, válvulas e componentes de alta voltagem.

Em caso de acidente, os tanques de hidrogénio estão localizados em áreas protegidas, entre os 2 eixos. A segurança é reforçada ao enclausurá-los num contentor adicional. Foram implementadas extensas medidas pensadas para cenários de acidente, como um sistema de válvulas multi-nível e circuitos especiais que protegem componentes de alta voltagem. Os testes de acidente (crash tests) aos quais foi submetido o GLC F-CELL demonstraram que o veículo é tão seguro quanto um automóvel a combustão convencional. Desta forma, a mais recente geração F-CELL da Mercedes-Benz está à altura dos critérios de excelência característicos da marca alemã.

Mercedes fuel cell – Mais de 18 milhões de quilómetros

A Mercedes iniciou o desenvolvimento de sistemas de propulsão fuel cell durante a década de 80. Foi pioneira ao revelar ao mundo, em 1994, o primeiro veículo movido a hidrogénio, o NECAR 1.

NECAR 1

Desde então, somando mais de 18 milhões de quilómetros entre os vários veículos fuel cell que foram concebidos ao longo anos, os engenheiros da Daimler e da Mercedes-Benz consideraram que o sistema de propulsão atingiu maturidade suficiente para ser introduzido no mercado.

 

 

 

 

 

 

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)