Michelin e Faurecia unem-se para liderar a mobilidade através do hidrogénio

By on 15 Março, 2019

Parece a canção “juntaram-se os dois à esquina”, o líder mundial em pneus e mobilidade sustentável e o líder tecnológico na indústria automóvel, não para “ticar a concertina e dançar o só li dó”, mas para criar uma “joint venture” que aglutine as atividades relacionadas com as pilhas de combustível que a Michelin (através da Symbio) e a Faurecia, desenvolviam separadamente.

Assim, nascerá uma nova empresa detida 50% pela Michelin, 50% pela Faurecia, especializada em soluções relacionadas com o uso do hidrogénio, construída em redor de um ecossistema único. Será responsável pela produção e comercialização de sistema de células de combustível de hidrogénio para automóveis ligeiros, camiões e outras aplicações.

Tudo porque a Faurecia e a Michelin estão convencidas da importância da tecnologia do hidrogénio na busca de uma mobilidade sem emissões, e da necessidade de criar uma forte indústria, francesa e europeia, em torno deste combustível. 

Desta forma, as duas empresas querem criar um líder mundial em sistemas de pilhas de combustível de hidrogénio, combinando os ativos existentes e complementares que cada grupo possui. Esta simbiose permitirá que a nova empresa ofereça, de forma imediata, uma gama única de sistemas de células de combustível de hidrogénio para diferentes utilizações.

O que cada uma das partes oferece? A Michelin entrega toda a atividade da Symbio, filial da casa francesa desde 1 de fevereiro e que fornece sistemas de células de combustível de hidrogénio associados a uma gama de serviços digitais, assim como as suas próprias atividades de pesquisa e desenvolvimento, e produção. Já a Faurecia aportará a experiência tecnológica em células de combustível que desenvolveu através de uma parceria estratégica com a CEA, além do seu conhecimento industrial e das suas relações estratégicas com os fabricantes de automóveis. Além disso, a empresa francesa prosseguirá o seu desenvolvimento de depósitos de hidrogénio de alta pressão em parceria com a Stelia Aerospace Composites, levando para a “joint venture” esta mais valia.

Na ocasião da assinatura do acordo entre as duas empresas francesas, o diretor geral executivo da Michelin, referiu que “esta inovadora parceria facilitará o desenvolvimento da mobilidade através do hidrogénio, abrindo caminho a uma nova forma de mobilidade sustentável. Dou as boas vindas à aliança entre a Michelin e a Faurecia, incorporando a Symbio como ativo estratégico próprio. O objetivo final é desenvolver uma oferta de mobilidade completa para veículos de hidrogénio, desde células de combustível até serviços de manutenção”.

Por seu turno, Patrick Koller, CEO da Faurecia, sustentou que “estou muito satisfeito por ter assinado este acordo estratégico com a Michelin para criar o líder mundial na mobilidade com hidrogénio. A nossa visão conjunta, assim como a complementaridade dos nossos conhecimentos tecnológicos, acelerará o lançamento no mercado de sistemas eficientes de pilhas de combustível adaptados a diferentes utilizações. A nossa ambição conjunta é criar um centro de excelência para a mobilidade do hidrogénio em França, combinando de forma gradual as nossas atividades”.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)