Mike Manley, vendeu 3 milhões de euros de ações da FCA um dia depois da proposta de fusão com a Renault

By on 31 Maio, 2019

O CEO da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Mike Manley, vendeu um quarto dos seus títulos no capital da FCA, um dia depois do anúncio da proposta de fusão feita pela FCA à Renault. 

Mike Manley comunicou à autoridade dos mercados mobiliários da Holanda (a GCA está registada na Holanda), que tinha vendido 250 mil ações da FCA. Os títulos da FCA subiram para os 12.37 euros (mais 8%) e os da Renault para 56,03 euros (mais 12%) após o anúncio da proposta da FCA de fusão com a Renault.

Contas feitas, a venda das 250 mil ações ao preço de 12.37 euros, ditou um valor final de 3.092.500 euros, embolsados pelo gestor britânico. Curiosamente, o projeto de fusão não diz nada sobre a gestão da futura empresa, mas é evidente que John Elkann será o presidente, Jean-Dominique Senard, o CEO e Mike Manley passaria a ser o COO.

Recordamos que Mike Manley recebeu, quando se tornou CEO no lugar de Sergio Marchionne, 1 388 582 ações da FCA como incentivo de gestão. E como bom financeiro que é, Manley vê as oportunidades e já antes tinha vendido 346 423 ações da FCA em variadas transações entre 14 e 22 de março e depois mais 97 753 papéis em maio. Contas feitas, já vendeu 694 176 ações, praticamente metade do que recebeu, embolsando quase 10 milhões de euros, antes de impostos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)