Murciélago marcou a entrada do motor V12 da Lamborghini no século XXI

By on 25 Setembro, 2022

O Lamborghini Murciélago foi um dos modelos eleitos para transportar o icónico motor V12 da marca que se encontra agora prestes a comemorar os seus 60 anos de existência.

Apresentado no Salão de Frankfurt em setembro de 2001, o Lamborghini Murciélago foi o modelo que ficou encarregue de transportar o motor V12 da marca de Sant’Agata Bolognese para o século XXI. A versão de 6,2 litros contava com uma potência máxima de 580 cavalos, o que era um valor bastante elevado para a época, especialmente se considerarmos que, nesta altura, alguns dos mercados em que estava disponível já tinham regras antipoluição mais exigentes, obrigando à instalação de catalisadores de dimensões mais generosas.

O Murciélago foi também o primeiro Lamborghini a ser desenvolvido usando o sistema CAD-CAM, o que resultou numa precisão muito mais elevada no fabrico de componentes e uma qualidade superior na montagem. Em termos visuais, este foi também o modelo que praticamente estreou o Lamborghini Centro Stile, na altura sob a responsabilidade de Luc Donckerwolke, que já tinha redesenhado o Diablo. A grande diferença, é que este modelo foi totalmente desenhado de raiz, tanto o exterior como o exterior, e não apenas remodelado, como aconteceu com o Diablo. A altura total ficou apenas em 1,2 metros e as tradicionais portas de abertura vertical não ficaram esquecidas.

O motor V12 de 580 cavalos fazia com que o Murciélago acelerasse dos 0 aos 100 km/h em apenas 3,8 segundos e alcançasse os 330 km/h de velocidade máxima. Três anos mais tarde, em 2004, o Roadster juntou-se à gama e em 2007 os dois formatos foram atualizados. Passaram a ser identificados com a sigla LP 640-4, em referência aos 640 cavalos de potência e ao sistema de tração às quatro rodas.

Houve ainda uma versão LP 650-4 do Roadster e para encerrar a produção foi criada uma versão Super Veloce, ou SV, equipada com uma versão de 670 cavalos do motor V12. Graças à utilização de fibra de carbono em diversos componentes, o peso total deste modelo ficou mais reduzido em cerca de 100 quilos e a velocidade máxima chegava agora aos 341 km/h.

Depois de dez anos de produção (2001-2011), todas as versões do Murciélago somaram 4099 unidades produzidas. Mas apenas uma foi conduzida por Bruce Wayne, no filme Batman Begins de 2005, interpretado por Christian Bale. No mundo dos videojogos, o Murciélago também já marcou presença em títulos como Gran Turismo, Forza Horizon, Asphalt, Drive Clube e Horizon Chase.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)