Não querem um Audi TT elétrico? Então ele “morre “mesmo!

By on 18 Março, 2019

Bram Schot, patrão da Audi, disse que o TT não deveria continuar depois de chegar ao fim do seu ciclo de vida. Porém, parece que está em curso um plano para salvar o icónico modelo. Mas há que fazer sacrifícios e para sobreviver, o TT tem de passar a ser elétrico.

Em entrevista á revista Auto Express, durante a conferência anual de apresentação de resultados do grupo VW, Hans Joachim Rothenpiler referiu que o conselho de administração está muito dividido sobre o que fazer ao TT. “O TT é um carro muito emocional para nós e por isso tem havido sérias e acesas discussões no conselho de administração da Audi. Uns dizem que devemos acabar com ele já, mas nos contrapomos que o TT faz parte do ADN da Audi. E por isso iremos lutar por ele. Nós queremo-lo, é o nosso ADN e é disso que se trata. Vou convencer os meus colegas que ele pode ser eletrificado e manter-se na gama.”

O TT não pode continuar como modelo apenas com motor de combustão interna e é por isso que alguns desejam que ele se encaminhe para a reforma, os outros querem que fique brandindo a amada bandeira elétrica como futuro para o TT. “Temos de levar os modelos RS para a mobilidade elétrica e é isso que temos estado a discutir. O e-Tron GT é o primeiro esboço de um modelo elétrico com ADN desportivo. Por isso acho que nas nossas discussões, iremos ver quais são os modelos que podem ser eletrificados e quais os que teremos, necessariamente, manter com motores de combustão interna. Espero que o TT esteja num ou nos dois lados” completou Rothenpiler.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

Deixe um comentário

Please Login to comment