Nissan processa irmã de Carlos Ghosn por enriquecimento ilegal

By on 14 Dezembro, 2018

A guerra instalada entre a Nissan e Carlos Ghosn começa a ser irreal. Depois de tudo o que já se disse sobre a detenção do executivo brasileiro, sabe-se, agora, que a Nissan processou a irmã de Carlos Ghosn, Claudine Bichara de Oliveira, num tribunal do Rio de Janeiro, por enriquecimento injusto ou ilegal.

Tudo tem a ver com o apartamento que Ghosn tem no Rio de Janeiro, frente à praia, alegando a Nissan que parte dos crimes que são imputados a Carlos Ghosn podem ser provados através da casa do Rio de Janeiro, onde o executivo ficava alojado nas suas viagens ao Brasil.

A imprensa japonesa refere que Carlos Ghosn, além de ter comprado a casa no Rio de Janeiro com o dinheiro da Nissan, tinha instruído, em 2002, o departamento financeiro da casa japonesa a pagar 100 mil dólares/ano à sua irmã por conta de trabalho de consultadoria. Ora a Nissan alega que Claudine Bichara de Oliveira nunca fez qualquer trabalho de consultadoria para a Nissan e que é ela que vive no apartamento pago pela Nissan.

Deixe um comentário

Please Login to comment