Novo projeto da Alpina usa o BMW X7 como base, mas acrescenta outros “mimos”

By on 20 Setembro, 2022

A versão da Alpina do BMW X7 designa-se apenas por XB7 e praticamente só se distingue pela decoração específica deste construtor e pelas enormes jantes com 21 polegadas de diâmetro. Mas no seu interior, há agora um V8 de 621 cavalos.

No topo da gama do BMW X7 está a versão que até inclui a letra ‘M’ na sua designação. Mas com “apenas” 530 cavalos de potência, a Alpina achou que não era suficiente e resolveu criar as coisas mais à sua medida, tal como já tem feito em diversas outras vezes.

O resultado é um XB7, que inclui agora um motor V8 da geração mais recente com um sistema mild-hybrid, com 4,4 litros de cilindrada e que soma qualquer coisa como 621 cavalos de potência, um número bem mais apetecível para as quase três toneladas deste modelo e que se traduz em prestações como os 4,2 segundos que demora a acelerar dos o aos 100 km/h ou os 290 km/h que anuncia de velocidade máxima.

De resto, e tal como em todos os modelos desenvolvidos pela Alpina, já sabemos que podemos contar com uma atenção ao detalhe muito elevada e com um nível de personalização no habitáculo ainda mais ao gosto de cada cliente. A bordo, os sistemas multimédia são também os mais recentes que já conhecemos de alguns dos modelos da BMW e o patamar de elegância e conforto é aquele em que não nos deixa voltar ao exterior tão facilmente, de tão bem que sabe estar a bordo.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)