Novo Suzuki Swift chega em maio

By on 26 Abril, 2017

É já no próximo mês que o novo Suzuki Swift chega ao mercado nacional. Proposto com duas motorizações a gasolina, o 1.2 Dualjet de 90 CV e o 1.0 Boosterjet Turbo de 11 cv, os preços desta nova geração começam nos 16.071€ (13.038€ em campanha). Um dos destaques da nova geração é,  pela primeira vez, estar disponível o sistema SHVS com o motor BOOSTERJET.

A gama Swift dispõe de dois níveis de equipamento: GLE e GLX. Na versão de acesso, GLE, destaca-se o computador de bordo, bancos dianteiros aquecidos, câmara de visão traseira ou o écran tátil. Na versão GLX acresce, entre outros, faróis de LED, sistema de navegação, controlo de velocidade adaptativo com limitador, climatizador automático e arranque sem chave.

O novo Swift ao pormenor

No desenvolvimento do modelo a marca preocupou-se em particular com o agrado do público europeu. A carroçaria surge com sete cores e quatro combinações bitone. Já os puxadores das portas vêm incorporados nos pilare para adensar o estilo desportivo. A iluminação é garantida através de luzes LED.

Medidas: a distância entre eixos foi aumentada em 20 mm, embora o modelo seja 10 mm mais curto. Em termos de medidas, este novo Swift viu a sua altura ao solo ser reduzida em 15 mm e a largura aumentada em 40 mm. A marca afirma que com estas alterações o modelo tem agora um melhor comportamento aerodinâmico reduzindo em cerca de 8% a sua resistência ao vento comparando com o atual Swift. As novas dimensões da plataforma“HEARTECT permitem um aumento da capacidade da bagageira em 54 litros face à atual geração, oferecendo um volume de 265 litros que se podem ampliar até aos 579 litros, em caso de rebatimento dos bancos traseiros.

Suspensão e direção: a suspensão foi redesenhada, sendo agora mais leve e rígida, enquanto a direção, também revista, tem um raio de viragem de 4,8 metros, menos 0,4 metros que na geração anterior.

Peso: o modelo tem um peso de 840 kg, sendo 120kg mais leve que o atual Swift.

Motorizações: o gasolina 1.2 DUALJET é já conhecido de outras gamas como o Baleno e o Ignis. Pode ser combinado com a caixa manual de cinco velocidades ou a transmissão CVT, enquanto o sistema SHVS pode ser combinado pela primeira vez com o motor BOOSTERJET. Este sistema funciona de modo idêntico a outros modelos que incorporam o sistema híbrido: em situações que requerem um elevado consumo de combustível, como o arrancar e acelerar, o SHVS ajuda a reduzir o consumo de combustível ao proporcionar suporte do motor elétrico ISG (Integrated Starter Generator) utilizando a eletricidade gerada através da travagem regenerativa.

Interior: conta com um écran LCD de 4,2” no painel de instrumentos que fornece informações o estado e rendimento do veículo, distribuição de binário e a força G a que está submetido o veículo durante a condução. Para além disso, vem equipado com o écran tátil de 7” que permite a ligação de um smartphone ao sistema de áudio por Bluetooth, porta USB compatível com MP3/WMA/ACC e uma entrada para cartões SD. Permite o uso de aplicações do Smartphone através de Apple CarPlay, Android AutoTM ou MirrorLinkTM. O novo Swift incorpora pela primeira vez um avançado sistema de deteção da Suzuki que combina uma câmara monocular com um sensor de lazer que oferecem avançadas funções de segurança como a travagem de emergência autónoma, o alerta de mudança de faixa e a assistência de luzes de largo alcance. Também utiliza um radar milimétrico no controlo de velocidade adaptativo.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)