Num ano de despedida, a Lamborghini recorda o seu primeiro motor V12

By on 11 Junho, 2022

O Aventador foi o último modelo de Sant’Agata Bolognese a receber um motor V12, uma vez que, a partir do próximo ano, a gama da Lamborghini começará a ser eletrificada.

A Lamborghini está a passar por um momento de transição e este foi o ano em que o Aventador deixou de ser produzido e consequentemente também o seu fabuloso e histórico motor V12. Pelo menos, numa versão puramente a combustão, uma configuração que acompanha os modelos da marca desde o seu início.

Em meados dos anos 60, Ferruccio Lamborghini estava contente com o desempenho dos 350 GT, mas queria algo ainda mais especial e único, algo “que fosse capaz de tirar o fôlego a todos”, nomeadamente a um senhor conhecido por usar óculos escuros e por se ter recusado a vender-lhe um carro, reza a história. Ferruccio queria algo como o Miura.

Este foi o primeiro ícone da marca, que viria a apaixonar o mundo com as suas linhas. No entanto, uma das soluções mais originais deste modelo, foi mesmo a instalação do motor V12 numa posição central, à frente do eixo posterior, mas na longitudinal.

Um dos elementos mais importantes deste projeto foi Paolo Stanzani, engenheiro graduado na Universidade de Modena, que adquiriu o motor V12 a Giotto Bizzarrini e o preparou para uma produção em série e para uma utilização em estrada. Além disso Stanzani teve bastante influência na criação do Miura, através da criação de diversas soluções técnicas. Mais tarde, acabou por desempenhar funções como Diretor Técnico, Diretor de Produção e Diretor Geral, contribuindo igualmente na conceção de modelos como o Countach, o Espada ou o Urraco.

Quanto ao Miura, é inegável que foi um dos automóveis mais conhecidos da época. Era bastante procurado pelos realizadores de cinema e participou em 43 filmes, sendo “Italian Job”, de 1969, o mais conhecido, graças a um fabuloso momento de condução que deu origem a toda a sequência de abertura, dedicada a Rossano Brazzi, que conduz um Miura P400 por estradas de montanha, com o som do motor V12 de fundo, enquanto Matt Monro canta a música “On Days Like These”.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)