O novo Dacia Duster

By on 29 Novembro, 2023

A Dacia apresentou a terceira geração do Duster, que surge com um design bem mais robusto. O carro assenta na plataforma CMF-B, sendo que a versão 4×4 do novo Duster eleva as capacidades todo-o-terreno a novos patamares face à geração anterior. Os materiais são agora mais sustentáveis, bem como os grupos propulsores híbridos. Está ainda equipado com novas tecnologias mas mantém um detalhe que há muito o destaca: é o SUV familiar que oferece a melhor relação qualidade/preço da categoria.
“Mais Duster, ainda um Duster”: é este o mote da marca neste que é novo capítulo da história de um modelo que se tornou referência do segmento e um ícone da Dacia que espelha tudo o que a marca pretende representar: robustez e aventureiro, essencial, mas ainda assim Cool, e Eco-Smart.
O primeiro Duster nasceu em 2010, foi revisto, pela primeira vez, em 2017. Ao longo dos 13 anos de carreira, recebeu mais de 40 prémios, a sua produção é, até à data, de 2,2 milhões de unidades e continua a aumentar, enquanto a sua popularidade crescente colocou-o como o SUV mais vendido da Europa, em 2022, em todos os segmentos do mercado de particulares. Cerca de 1.000 SUV Duster saem das linhas de produção da fábrica da Dacia, em Pitesti, na Roménia, todos os dias – cerca de um por minuto!

Novo design
A Dacia reinventou o design do Duster. Continua a ter a aparência marcante que impulsionou as gerações anteriores até ao topo – especialmente o seu carácter sólido e robusto de SUV – mas leva-a mais alto, mais longe e com mais força com o novo e distinto design da Dacia.
O Novo Duster é construído sobre a plataforma CMF-B, que está a desempenhar um papel central na estratégia industrial da Dacia. Esta plataforma foi utilizada, pela primeira vez, nos últimos modelos Sandero e Logan, e depois no Jogger. Proporciona toda a versatilidade de que a Dacia necessita para implementar, da forma ideal, o seu ambicioso plano de produtos.
Com base na plataforma CMF-B, o Novo Duster oferece mais espaço para passageiros e bagagem do que a geração anterior e é apenas ligeiramente mais comprido.
A plataforma CMF-B também embarcou o Novo Duster na sua viagem para a eletrificação, uma vez que pode acomodar grupos motopropulsores que utilizam tecnologias híbridas moderadas (mild-hybrid) e totalmente híbridas (full-hybrid).
As capacidades todo-o-terreno do Novo Duster não têm paralelo no mercado dos 4×4 não especializado (“não especializado” significa automóveis 4×4 sem transmissões de relações mais curtas, as chamadas redutoras).
O Novo Duster está disponível com a transmissão 4×4 Terrain Control, que inclui 5 configurações de condução:
AUTO: a transmissão distribui, automaticamente, a potência entre os eixos dianteiro e traseiro, em função da tração das rodas e da velocidade.
SNOW: otimiza a trajetória, em estradas escorregadias, com regulações específicas do ESC e controlo de tração.
MUD/SAND: para terrenos instáveis.
OFF-ROAD: para um desempenho de topo em terrenos difíceis, muito semelhante ao modo 4×4 Lock do Duster atual, mas com a vantagem adicional de distribuir automaticamente e, de forma otimizada, o binário pelas rodas dianteiras e traseiras, em função da aderência e da velocidade.
ECO: otimiza o consumo de combustível, regulando o ar condicionado e o desempenho do automóvel. Maximiza a distribuição do binário nos eixos dianteiro e traseiro para limitar o consumo de combustível, enquanto se adapta à aderência da estrada.
Altura ao solo: 217 mm (distância entre eixos) na versão 4×4, a mais elevada do mercado.
ngulos de ataque e de saída para ultrapassar ainda mais obstáculos na versão 4×4: até 31° à frente e 36° atrás e 24° para o ângulo ventral.
Controlo de velocidade em descidas, especialmente útil em terrenos acidentados e em declives acentuados. O sistema atua principalmente sobre os travões para manter a velocidade do automóvel sob controlo (com base nas indicações do condutor) entre os 0 e os 30 km/h. O sistema entra em ação independentemente da relação de velocidade (incluindo a marcha-atrás), pelo que o condutor pode ignorar o pedal do acelerador e do travão e concentrar-se no volante.

Maus sustentável
O novo Duster oferece uma alternativa acessível para uma condução mais sustentável, combinando novas motorizações híbridas e mais materiais reciclados.
Duster HYBRID 140. Este grupo motopropulsor, que a Dacia adotou no Jogger, no início de 2023, está agora disponível no Novo Duster. Construído com tecnologias testadas pelo Grupo Renault, é composto por um motor a gasolina de 4 cilindros, 1,6 litros e 94 cv, dois motores elétricos (um motor de 49 cv e um gerador/motor de arranque de alta tensão) e uma caixa de velocidades automática elétrica (com 4 relações para o motor de combustão e 2 relações para o elétrico). Esta tecnologia combinada é possível porque o sistema não tem embraiagem. A travagem regenerativa, a elevada capacidade de recuperação de energia da bateria de 1,2 kWh (230 V) e a eficácia da caixa de velocidades permitem conduzir, em modo totalmente elétrico, até 80% do tempo em cidade, o que reduz os consumos entre os 20% (ciclo misto) aos 40% (ciclo urbano). Além disso, o Novo Duster arranca sempre recorrendo a energia elétrica.

Duster TCe 130. Esta é a primeira vez que a Dacia utiliza este grupo motopropulsor, que proporciona um primeiro grau de eletrificação. Combina um motor a gasolina de 3 cilindros e 1,2 litros turbo de nova geração, que utiliza o ciclo Miller (perdas reduzidas na bomba otimizam a eficiência) e uma solução híbrida ligeira (mild-hybrid) de 48 V. Este motor ajuda a unidade de combustão interna quando o automóvel arranca ou acelera, reduzindo o consumo médio e as emissões de CO2 em cerca de 10%*. Também fornece mais potência durante a aceleração do que o modelo TCe 130 existente, tornando o automóvel mais reativo e mais suave de conduzir. O sistema de travagem regenerativa carrega a bateria de 0,8 kWh sem fazer uma diferença percetível para o condutor. O propulsor do TCe 130 está disponível com uma caixa de 6 velocidades nas versões 4×2 e 4×4.

E o Duster ECO-G 100. A Dacia, líder incontestado do GPL na Europa, é o único fabricante de automóveis a oferecer uma opção de combustível duplo (gasolina e GPL) em todos os seus modelos de combustão interna, sob a designação ECO-G. O Novo Duster vem equipado com esta tecnologia integrada, testada e comprovada, que garante segurança e fiabilidade. Quando funciona com GPL, o Novo Duster ECO-G 100 liberta, em média, menos 10% de CO2 do que um motor a gasolina comparável. Pode percorrer até 1.300 km** com os seus dois depósitos de 100 litros – 50 litros de gasolina e 50 litros de GPL (este último encontra-se sob o piso da bagageira, pelo que não afeta a capacidade de carga). Um botão integrado no painel de instrumentos muda o motor de um combustível para o outro de forma rápida e impercetível.

Boa relação qualidade/preço mantida
O novo Duster continuará a cumprir a promessa da Dacia de uma boa relação qualidade-preço. Combinará os preços mais acessíveis do seu segmento, com um compartimento de passageiros maior do que nunca.
Contará com mais tecnologia, incluindo um novo painel de instrumentos digital de 7 polegadas, um novo ecrã tátil central de 10,1 polegadas e um novo sistema de infoentretenimento.
Quanto aos novos sistemas, o Cruise control, está agora incluído de série a partir da versão Expression. A comutação automática entre os médios e os máximos é de série nas versões Extreme e Journey. Os médios automáticos estão disponíveis em todas as versões.
A gama do Novo Duster tem agora três versões: Essential, Expression e uma nova opção entre duas versões superiores distintas, mas complementares: Duster Extreme, para os adeptos do ar livre e de uma condução intensa, e Duster Journey, para os que preferem elegância, conforto e tecnologia. Estes dois últimos estarão disponíveis a preços semelhantes.

O principal equipamento de série
Duster Essential: Media Control, barras de tejadilho fixas, 6 airbags, sistema de estacionamento traseiro e muito mais.
Duster Expression: o mesmo que o Essential + jantes de liga leve de 17 polegadas, painel de instrumentos digital de 7 polegadas, ecrã tátil central de 10,1 polegadas com sistema de infoentretenimento Media Display e replicação sem fios Apple CarPlay™/Android Auto™, câmara de marcha-atrás e muito mais.
Duster Extreme: o mesmo que o Expression + barras de tejadilho modulares, estofos TEP MicroCloud laváveis, tapetes de borracha no habitáculo e na bagageira, ar condicionado automático, sistema YouClip 3 em 1, aplicações decorativas em castanho-cobre no interior e no exterior, e muito mais.
Duster Journey: o mesmo que o Expression + Jantes de liga leve de 18 polegadas, faróis de nevoeiro, ar condicionado automático, cartão de acesso mãos-livres, travão de estacionamento elétrico carregador de smartphone sem fios, sistema de infoentretenimento Media Nav Live com navegação conectada, sistema de som Arkamys 3D com 6 colunas e muito mais.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)