O novo Fiat 500 só terá motorização elétrica em 2020

By on 19 Março, 2019

A marca italiana vai renovar o 500 no próximo ano e oferecer-lhe-á uma versão elétrica, num revisitar de uma variante que, na época, Sergio Marchionne pediu a toda a gente para não comprar o carro, pois cada 500 elétrico vendido era um prejuízo tremendo para a FCA.

A Fiat já confirmou que irá lançar em 2020 um novo 500, que poderá deixar de ter motorizações com combustão interna e ficar apenas com motor elétrico. O novo 500 será revelado no Salão de Genebra do próximo ano.

Já o facto do 500 passar a ser apenas elétrico é mais complicada de justificar, já que o 500 tem sido fundamental para a sobrevivência da Fiat, a par do Panda, também ele a caminho de ser renovado. Recordamos que em 2018, a Fiat venceu 188 426 unidades do 500 e 167 426 unidades do Panda. Em pouco mais de 14 anos, a casa italiana já vendeu acima de 2 milhões de unidades. Estará a Fiat capaz de deixar esta verdadeira mina e optar, já, por abandonar os motores de combustão interna.

A verdade é que o novo Fiat 500 só terá motores elétricos e será redesenhado para atrair uma base de clientes cada vez mais alargada. Segundo Olivier François, patrão da Fiat e responsável pelo marketing da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), “a única forma de encarar o 500 EV é seguir a via Premium. Será um 500 totalmente renovado, um novo objeto, totalmente elétrico. Uma espécie de Tesla urbano com estilo italiano. ‘La Dolce Vita’ italiana em forma de carro elétrico. É o polo oposto do Centoventi.”

O Centioventi foi o protótipo surpresa de Genebra, fazendo a antevisão do que será o próximo Panda.

Não sabemos se a plataforma do Panda será a mesma do 500 e se o primeiro terá só motores elétricos. A verdade é que, segundo Olivier François “a plataforma é nova e desenhada para a eletrificação, produzindo um carro totalmente diferente. Continuará a ser um 500, com o mesmo tamanho e proporções, só que não será o mesmo carro. O 500 do futuro!” 

Fica a ideia que o 500 EV será um carro colocado mais acima em termos de segmentação, o que será refletido no preço final, não temendo a Fiat perda de clientes, esgrimindo a fama do modelo e o seu “apelo”. Terá o novo 500 uma versão Abarth? Só o tempo o dirá. Certo é que tal como a Porsche vai fazer com o Macan, a próxima geração do 500 será elétrica, mas a atual geração continuará no mercado oferecendo um 500 mais barato com motores de combustão interna a gasolina. Ou seja, uma no cravo e outra na ferradura.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)