Ola Kallenius, CEO da Mercedes, avisa que significativos cortes salariais vêm a galope!

By on 3 Julho, 2020

O patrão da Daimler e da Mercedes, Ola Kallenius disse que a sua empresa e a indústria automóvel como um todo, vão enfrentar dolorosas reduções de salários.

De rastos pela ação do SARS Cov-2, a economia está a pressionar o tecido empresarial para reduções de salários e a situação não está risonha para a indústria automóvel. Segundo Ola Kallenius, os construtores vão ter, todos, que reestruturar os seus negócios de uma forma mais agressiva do que esperavam. E disse isto numa reunião virtual cujo anfitrião era o principal sindicato alemão da indústria, o IG Metal.

A ideia é clara: a realidade mais dura que o esperado requer medidas drásticas como reduções sensíveis de salários, deixando claro que os executivos da Daimler vão conhecer corte sensível das suas remunerações, mais do que os restantes colaboradores da empresa. Para Kallenius, estes cortes são fundamentais para assegurar o futuro financeiro da empresa e salvaguardar os investimentos necessários nas novas tecnologias.

Já em abril, o CEO da Mercedes tinha dito que as medidas planeadas poderiam não ser suficientes para contrariar a tendência do mercado e a verdade é que o gigante alemão vai enfrentar prejuízos violentos no segundo trimestre de 2020. Vários acordos com outros construtores, como a BMW, foram cancelados ou adiados e os cortes vêm a galope e não prometem ser meigos!

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)