Ola Kallenius e os executivos de topo da Daimler cortam nos seus salários

By on 3 Abril, 2020

Os membros da cúpula dirigente da Daimler, face ás atuais condições, decidiram reduzir as suas remunerações em 20%.

Ou seja, Ola Kallenius e todo o “board” da Daimler vão ver os seus salários reduzidos 20% até ao final do ano, respondendo assim á situação de exceção que atualmente vivemos. Outros “colarinhos brancos” do gigante alemão vão ser o seu salário encolher 10% nos próximos três meses. Estes cortes salariais entraram em vigor já neste mês de abril.

Recordamos que o salário de Ola Kallenius, fixado o ano passado quando tomou o lugar de Dieter Zetsche, é de 1,34 milhões de euros/ano, mais 3,5 milhões de euros em variáveis, incluindo ações da Daimler e bónus de performance. Os outros sete membros do conselho de administração têm salários entre os 400 e os 800 mil euros/ano. Os membros do conselho de supervisão vão sofrer um corte de 20% nos seus vencimentos, sendo que apesar de não serem executivos, estes 20 membros (metade é de representantes dos trabalhadores) recebem uma avença fixa, valores por presença nas reuniões e despesas.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)