Panamera E-Hybrid: Conheça as novas opções híbridas da Porsche
Porsche GT4 e-Performance mostra as suas capacidades no gelo (vídeo)

Os carros mais valiosos de sempre já destruídos durante filmagens

By on 15 Outubro, 2022

Cenas de filmes onde automóveis são destruídos são bem mais frequentes do que desejaríamos, até porque, alguns deles, já têm um valor elevado e isso custa ainda mais a quem gosta de automóveis.

Quase sem procurar na internet, conseguimos imaginar diversos filmes com cenas de automóveis em que muitos deles acabam por não ter um final lá muito feliz. Seja devido a um acidente, um despiste, um meteorito ou um robot gigante, muitos acabam por ser esmagados ou por enfrentar um final que é, no mínimo, pouco digno.

Nesta lista, juntámos os dez automóveis mais valiosos de sempre, com a ajuda da Confused.com, que forneceu o valor atual (estimado) de cada um deles, com o objetivo de criar uma espécie de ranking de “destruição” e também o filme em que esta “destruição” aconteceu. Todos estes dados e outros igualmente interessantes podem ser consultados na página dedicada a este estudo através deste link: Movie car report – Confused.com

Porsche 917K – Le Mans (1971) – 14.390.000 €
A “destruição” mais valiosa desta lista foi a única que aconteceu mesmo por acidente, não tendo sido programada. A produção do filme “Le Mans”, de 1971, estava a usar um Porsche 917K com David Piper ao volante para filmar algumas cenas a alta velocidade, quando um pneu rebentou e o carro se despistou, embatendo nas barreiras de ambos os lados da pista e ficando completamente destruído. Felizmente, logo após as filmagens, o 917K foi completamente reconstruído, acabando por ser vendido, mais tarde, por 14 milhões de dólares.

Aston Martin DB10 – Spectre (2015) – 506.765 €
O Aston Martin DB10 foi o modelo atribuído por Q a James Bond durante a aventura de “Spectre”, mas durante as filmagens de uma cena de perseguições em Roma, e com um Jaguar CX-75 atrás de si, este modelo também acabou por ser alvo de diversos tiros, voar por cima de um Alfa Romeo estacionado, empurrar (literalmente) um Fiat 500 da sua frente, descer diversos lanços de escadas e acabar dentro do rio. E a pior parte é que foram utilizados sete Aston Martin DB10 para filmar esta cena, cada um com um valor calculado em torno dos 500 mil euros, o que acaba por fazer com que estes seis minutos e meio tenham ficado mais caros que o desejado.

Rolls-Royce Phantom – Iron Man 2 (2010) – 506.765 €
Em pleno Grande Prémio de modelos históricos no Principado do Mónaco, Tony Stark entra num monolugar para participar na prova. No entanto, assim que passa pela zona da piscina, tem à sua espera Ivan Vanko com um dispositivo tipo chicote elétrico que consegue cortar carros como uma faca corta manteiga derretida. O primeiro a ser destruído é o monolugar em que Tony Stark estava, um Wolf WR6 dos anos 70, mas pouco depois, com o objetivo de lhe prestar auxílio, surgem Happy e Pepper num Rolls-Royce Phantom que também acaba por ser cortado em pedaços. E na realidade, foram usados dois Phantom nesta cena, com um valor calculado de 500 mil euros cada.

Além dos três primeiros, estes são os restantes modelos que compõem a lista dos dez automóveis mais valiosos já destruídos durante filmagens:

  • Lamborghini Murcielago LP640 – The Dark Knight – 363.884 €
  • Ford Falcon XB GT Coupé – The Road Warrior – 272.399 €
  • Aston Martin DBS – Casino Royale – 231.282 €
  • Shelby Mustang GT 500 (1967)* – Gone in 60 Seconds – 225.114 €
  • Lincoln Continental (1941) – The Godfather – 214.835 €
  • Mercedes-Benz 280 SE Cabriolet (1969) – The Hangover – 169.607 €
  • Lamborghini Huracán – Doctor Strange – 168.990 €

*para as filmagens de Gone in 60 Seconds, foram criados 12 destes Shelby Mustang, com cinco deles a serem destruídos durante as filmagens.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)