Preparadora britânica cria conversão elétrica para Mini clássicos

By on 4 Novembro, 2020

O Mini é um dos clássicos mais reconhecidos da indústria automóvel, principalmente devido à emblemática carroçaria. Todos eles foram equipados com motores a combustão, porém, a Swindon Powertrain criou uma conversão para os tornar 100% elétricos. Para uns isto é uma verdadeira heresia, mas se o “kit” foi criado é porque alguém o pediu ou pelos menos a empresa viu uma possibilidade de negócio. Seja como for, este é utilizável em unidades produzidas entre 1959 e 2000 e o preço varia consoante os opcionais que selecionar.

Quanto à conversão, esta é feita por cada cliente. Em primeiro lugar, isto exige que tenha um local fechado para começar a trabalhar numa espécie de projeto de fim de semana. De seguida, necessita de retirar o subchassis frontal, o que permite retirar o motor e a transmissão original. O próximo passo é relativamente simples, visto que o kit foi feito a pensar em todas as medidas originais do Mini clássico. Assim, basta ligar o motor de variação continua com 107 cv e 160 Nm de binário que tem um encaixe perfeito no compartimento do motor. Este “kit” inclui ainda uma caixa automática de uma velocidade, desenhada em específico para este motor. Curiosamente, nos opcionais da Swindon Powertrain encontramos a bateria de 12 kWh, que fica na parte inferior do capot, controlador de motor, conversão AC-DC, entre outras.

Fonte: Swindon Powertrains

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)