Problema com aviso acústico de ausência do cinto de segurança afeta mais de 800 mil Tesla

By on 4 Fevereiro, 2022

A marca de automóveis americana teve de reagir rapidamente a um problema capaz de afetar mais de 800 mil dos seus modelos, relacionado com o sinal acústico emitido em caso da não utilização dos cintos de segurança.

É mais um problema a resolver pela marca americana e no qual uma equipa de engenheiros tem estado a trabalhar. Segundo os dados disponíveis, alguns dos modelos da marca (das suas quatro principais gamas), contam com um problema de software que impede o sinal acústico dos cintos de segurança de funcionar, mesmo depois de ser ter arrancado com o carro.

Apesar deste problema de software, o sinal acústico de aviso de falta dos cintos de segurança pode ser ativado em diversos outros momentos, por exemplo, sempre que o carro exceda os 22 km/h. No entanto, e segundo a legislação em vigor, todos os modelos devem ter um aviso sonoro relacionado com a não colocação do cinto de segurança no momento do arranque do veículo.

Entretanto, a Tesla já criou uma atualização de firmware com o objetivo de corrigir este problema, que afeta determinados modelos produzidos em 2021 e alguns já em 2022. Esta será carregada automaticamente para cada um dos modelos em questão e, em principio, não requer qualquer ação por parte dos condutores.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)