Quer comprar carro usado? Siga estas dicas

By on 12 Fevereiro, 2024

A compra de um carro é sempre um investimento avultado e a conjuntura socioeconómica pode colocar entraves à compra de carros novos. Assim, o mercado de usado é sempre muito procurado. Comprar um carro usado pode ser uma ótima alternativa para quem busca um veículo de qualidade a um preço mais acessível. No entanto, é importante tomar algumas precauções para garantir uma compra segura e evitar problemas futuros.

Deixamos algumas dicas a seguir para fazer a compra mais eficiente e acertada possível:

1. Defina as suas necessidades e orçamento:

Antes de iniciar a sua busca, defina claramente as suas necessidades e orçamento. Determine o tipo de carro que você precisa (tamanho, tipo de carroçaria, etc.) e o valor máximo que você está disposto a investir. Ao fazê-lo está a avaliar o que precisa exatamente e evita comprar carros que possam não se adequar à sua realidade. Muitas vezes os carros que gostamos não se adequam ao nosso estilo de vida. A ponderação deve ser séria e calculada.

2. Pesquise o mercado:

Pesquise online e em stands de veículos para comparar preços e modelos. Leia avaliações de outros compradores e considere o custo de seguro, manutenção e combustível. Informe-se, peça opiniões e compare preços. Se o preço for demasiado baixo, tenha cuidado. Uma pesquisa cuidadosa do mercado permite encontrar negócios interessantes do ponto de vista financeiro e mecânico.

3. Escolha um vendedor confiável e compre uma garantia:

Quando compra um carro usado, está também a estabelecer uma relação com o vendedor (se este for um stand, seja ele de que dimensão for). Os carros usados já fizeram quilómetros, nem todos da melhor forma. Um stand com boa reputação e que lhe permite ter uma boa assistência dá-lhe mais confiança na hora da compra. Alguns desses stands sugerem compras de garantias, que dão mais algum descanso ao comprador. Dê preferência a stands de boa reputação ou vendedores particulares conhecidos. Verifique a documentação do carro (livrete, inspeção, etc.) e solicite o histórico de manutenção.

4. Inspecione o carro cuidadosamente:

Examine o estado geral da pintura, pneus, interior e motor. Faça um test drive para verificar o funcionamento do carro e leve-o a um mecânico de confiança para entender a verdadeira condição do carro. Alguns potenciais problemas só serão identificados com o uso, mas uma primeira inspeção mais cuidadosa permitirá entender se o carro está em bom estado ou não. Procure por sinais de fugas de água ou óleo do motor – não esquecendo sinais visíveis debaixo do carro. Acenda e apague todas as luzes e abra e feche as janelas, as portas e o capô para perceber se estão a funcionar corretamente. Teste todos os equipamentos eletrónicos do automóvel.

5. Negocie o preço e avalie o mercado:

Tenha em mente o valor de mercado do carro e faça uma oferta justa. Esteja preparado para negociar, mas não se precipite em decisões. Com tantos veículos disponíveis no mercado, leve o seu tempo a tomar uma decisão. Se o vendedor tentar apressar a sua compra, tenha cuidado! Prever o mercado automóvel não é tarefa fácil. Ainda assim, é necessário ter uma ideia de quanto irá valer a viatura numa futura venda.
A compra e venda de carros usados é um mercado complexo. Estude o mercado e as especificidades do mesmo. Por muito boa que seja a viatura, será que tem potencial para ser vendida novamente? Qual será a sua margem? Quanto irá gastar na sua manutenção? E não tenha medo de negociar o preço.

6. Faça a compra com segurança:

Em alguns casos, a descrição do automóvel não corresponde ao anúncio. Ainda que tal não seja muito frequente, por vezes acontece. Se for o caso, redobre a cautela. Verifique todos os documentos, incluindo registo de propriedade e documentos do veículo, para garantir a sua legalidade. Confirme detalhes como o nome do vendedor, histórico de proprietários anteriores, números de chassis e motor. Certifique-se de obter os documentos essenciais no momento da compra para circulação e inspeção do veículo. Após adquirir um carro usado, proceda à transferência do registo automóvel, podendo fazê-lo online ou numa Loja do Cidadão, com documentos como título de registo de propriedade, livrete ou certificado de matrícula, e contrato de compra e venda. Este processo deve ser concluído dentro de 60 dias, com custos associados que podem atingir até 65 euros.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)