Quinta geração do Toyota Prius é a mais dinâmica e eficiente de sempre

By on 16 Novembro, 2022

A nova geração do Toyota Prius acaba de ser apresentada, ainda que a comercialização no nosso mercado esteja prevista apenas para a primeira metade do próximo ano.

O Toyota Prius é praticamente o automóvel híbrido original, uma vez que foi um dos pioneiros a mostrar ao mundo que ter um motor térmico e um elétrico era uma alternativa a ter em conta face às opções mais tradicionais. No entanto, este é um mundo que ainda hoje causa estranheza a diversas pessoas, por isso, em 1997, quando a primeira geração do Prius chegou ao mercado, ainda mais estranho parecia. Entretanto, um quarto de século depois, a Toyota já comercializou mais de 20,3 milhões de automóveis híbridos, enquanto também contribuiu para uma descida considerável nos valores de emissões poluentes um pouco por todo o mundo.

A quinta geração do Toyota Prius será oficialmente apresentada na Europa no próximo de 5 de dezembro, sendo que chegará a este lado do planeta apenas como uma versão híbrida plug-in. Em termos estéticos, a evolução é grande e estrutura desde o início do próximo. Uma das conclusões a que a equipa de desenvolvimento da Toyota chegou é que o design de um novo modelo não pode ficar apenas a cargo do departamento de design. E por isso, a equipa de engenheiros também contribuiu para que este novo modelo conseguisse ficar com uma altura ao solo mais reduzida e com uma maior distância entre eixos, ou mesmo com a capacidade de poder contar com jantes de 19 polegadas. Desta forma, a silhueta do Prius evolui para um visual mais encorpado, com traços de carroçaria bem definidos e com uma melhor presença em estrada, que também foi bastante melhorada do ponto de vista dinâmico.

Sistema híbrido melhorado

Para que isso aconteça, o novo Toyota Prius conta com um centro de gravidade mais baixo e com uma maior rigidez da carroçaria, dois fatores que contribuem para um melhor desempenho dinâmico, mas também com a mais recente evolução de um sistema híbrido com provas mais que dadas no mundo automóvel. Com esta nova versão, o motor térmico de dois litros tem uma potência de 148 cavalos e o novo conjunto de motor elétrico e caixa contribui com 160 cavalos. Em conjunto, a potência máxima combinada do novo Prius fica assim nos 223 cavalos, o que se traduz numa maior eficiência e em prestações melhoradas. Neste campo, o novo Prius já entra na categoria dos seis segundos numa aceleração dos 0 aos 100 km/h e a autonomia declarada em modo puramente elétrico é agora 50% superior ao do Prius PHEV que abandona o mercado, graças à presença de uma nova bateria de iões de lítio com uma capacidade de 13,6 kWh. E em opção, o novo Prius também conta com a possibilidade de incorporar um painel solar no tejadilho, estendendo ainda mais a autonomia do sistema.

Prioridade à digitalização

É a realidade do mundo atual e que já quase não nos deixa viver sem estarmos “ligados” de qualquer forma. E no novo Prius, o sistema está preparado para muitas destas questões. A bordo, o monitor central tátil de 12,3 polegadas já pertence à nova geração de sistemas multimédia da Toyota, bem como o painel de instrumentos também digital, que se encontra num monitor de sete polegadas instalado numa posição sobre elevada para uma melhor leitura. Além disso, o espaço disponível a bordo será também um dos argumentos da nova geração do Prius que, tal como acontecia com os seus antecessores, inclui um visual mais moderno e futurista, mas ao qual foi agora dada grande importância no que diz respeito à ergonomia.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)