Salão de Paris 2018: as novidades de A a Z

By on 28 Setembro, 2018

É o segundo maior salão europeu de 2018 e apesar de muitas ausências, algumas delas importantes, outras inesperadas, estará repleto de novidades mesmo que a maioria já tenha sido revelada ou pelas marcas ou pelas fotos espias.

O Salão de Genebra foi muito interessante e Paris não vai ser diferente. Se está a pensar ir até á cidade Luz visitar a Torre Eiffel e dar um saltinho aos pavilhões do Paris Expo Porte de Versailles, pode verificar aqui como está organizado o espaço.

Fique a saber que o salão estará aberto ao público entre os dias 4 e 14 de outubro entre as 10 e as 20 horas, sendo os preços dos bilhetes entre os 9 (para crianças entre os 11 e os 17 anos) e os 19 euros. Gratuito para menores de 11 anos.

www.mondial-paris.com

Abaixo pode ver todas as novidades, de A a Z.

Audi A1

O carro já foi revelado, mas será em Paris que poderá ser visto ao vivo a segunda geração do modelo de acesso á gama do construtor alemão. O primeiro A1 era um carro pequeno, mas com carácter e conheceu o sucesso de vendas em quase todo o lado, exceto nos Estados Unidos da América. O que não espanta… é muito pequeno e não é um queriducho como o Fiat 500. O estilo do novo A1 bebe alguma inspiração no Q2, exibindo um estilo desportivo e musculado, perdeu a versão de três portas e está um pouco maior. O A1 oferecerá novas tecnologias e alguns equipamentos vedados, até agora, ao modelo de entrada de gama como o Virtual Cockpit ou o Pre-Sense com deteção de obstáculos e travagem autónoma de emergência.

Audi A4

Para que o novo BMW Série 3 chegasse ao mercado sem resposta da Audi, a casa dos anéis decidiu mostrar em Paris um A4 renovado, com ligeiros retoques na estética, e com reforço de equipamento, incluindo um sistema de navegação que passa a ser de série em todos os modelos.

Audi Q3

Para que não chocasse com o Q2, o SUV mais pequeno da Audi, o Q3 teve de crescer um pouco. A segunda geração do modelo carrega consigo a nova linguagem de estilo da casa alemã – nomeadamente na frente, sendo muito parecido com o Q8, dando assim um ar de família aos SUV da Audi – mais equipamento, mais praticabilidade e uma sensação de modelo de segmento acima.

Audi e-Tron

O primeiro modelo totalmente elétrico de produção em série vai estar em Paris. Sendo um “outsider” da gama SUV da Audi, o e-tron é maior que o Q5, mas mais pequeno que o Q7. Com uma autonomia de 400 km, medidos segundo o protocolo WLTP, conhecerá uma versão mais barata no próximo ano, com menos autonomia e menos equipamento. O e-Tron estará à venda nos primeiros dias de 2019.

BMW Serie 3

As vendas do Série 3 têm vindo em queda sucessiva há algum tempo a que tem correspondido uma subida do Mercedes Classe C. Por isso, o G20, nome interno do novo Série 3, é muito importante para a casa bávara. Terá de tentar recuperar as vendas perdidas, com um estilo que não foge muito à ideia “Matrioska” embora com mudanças na frente que podem dar-lhe um ar mais distinto. No interior também há novidades, com mais qualidade e tecnologia, tendo a BMW regressado ao seu ADN de marca mais desportiva. Ou seja, o Série 3 terá um comportamento mais preciso que as últimas gerações.

BMW X2 M35i

Com a chancela da M Performance, este X2 mostra uma nova face da gama desportiva, pois não há bloco de seis cilindros para este X2 M35i. As vendas começam no segundo trimestre de 2019. Como rivais tem o VW T-Roc, mas com esta versão M, o carro da casa de Wolfsburg tem poucas possibilidades.

BMW X5

O renovado X5 é rival do Range Rover Sport e aparecerá, ao vivo pela primeira vez, em paris. O estilo foi refrescado com algumas novidades no que toca ao desenho – nomeadamente na traseira – e a base é a mesma do Série 5 e Série 7, sendo por isso maior que o anterior modelo em todas as dimensões. O comportamento também foi alvo de atenção por parte dos homens da BMW.

BMW Z4

Mostrado em Pebble Beach em agosto, o Z4 fará a sua estreia em solo europeu em Paris, sendo rival do Porsche Bosxter e Mercedes SLC. Promete a BMW que o Z4 terá um comportamento de desportivo – o desenvolvimento foi centrado muito nessa vertente – tendo apostado, também, num estilo diferente do antecessor. É o “irmão” do Toyota Supra, embora este seja um coupé.

Citroen C5 Aircross Hybrid Concept

Este protótipo assemelha-se, muito, ao que será o primeiro híbrido “Plug In” da Citroen. Este C5 Aircross Hybrid Concept mostra credencias impressionantes e será, por ventura, o carro mais potente da marca do “Doube Chevron” com 228 CV e um binário de 337 Nm. Tem uma autonomia de 50 km em modo elétrico.

DS3 Crossback

O mais recente membro da família SUV da DS, mostra-se como irreverente e com um estilo que pode gerar discussão. Rival do BMW X1 e do Jaguar E-Pace, o DS3 Crossback terá uma versão E-Tense híbrida e poderá ser o substituto do já antigo DS3.

DS7 Crossback E-Tense

Com uma mecânica híbrida onde está o bloco 1.6 litros com 200 CV e dois motores com 110 CV cada um, o DS7 Crossback E-Tense promete excelentes performances. O sistema é complexo pois o motor elétrico da frente é um gerador e faz chegar a potência às rodas da frente através da caixa automática de 8 velocidades, o motor elétrico colocado no eixo traseiro faz chegar a potência de forma direta.

Ferrari Monza SP1 e SP2

Com estes dois modelos, regressam as “Barchetta” á gama da Ferrari, mesmo que seja através de edições especiais feitas com base no Ferrari 812 Superfast. Quer isto dizer que fazem parte da gama Icona da Ferrari (automóveis que recordam modelos icónicos da casa de Maranello) bebendo inspiração nos Ferrari famosos dos anos 40 e 50. Como diz a Ferrari, estes modelos Icona são dedicados a clientes e a colecionadores, custam perto de um 2,5 milhões de euros, só há 500 exemplares de cada um e são animados pelo motor V12 de 6.5 litros com 820 CV e 718 Nm de binário. O SP1 tem apenas um lugar, o SP2 oferee dois lugares. Há muita coisa influenciada pela Fórmula 1, nomeadamente, as tomadas de ar dinâmicas. Ambos chegam dos 0-100 km/h em 2,9 segundos e dos 0-200 km/h em 7,9 segundos. A velocidade máxima é de 300 km/h.

Hyundai i30 Fastback N

Na essência esta é a versão N do modelo de quatro portas do i30 que a Hyundai reclama ter as mesmas características do i30N, mas com algumas alterações na suspensão e na utilização dos modos mais desportivos. Alterações que vão ser aplicadas ao modelo de cinco portas.

 

Kia Ceed GT

Como a Kia não terá uma divisão desportiva como a Hyundai, os modelos mais desportivos da casa coreana serão apenas GT. A versão mais desportiva do Ceed já foi apresentada, utiliza o bloco 1.6 litros turbo com 205 CV. Só há em versão de cinco portas, pois o Coupé desapareceu da gama Ceed.

Kia Niro EV

Paris vai ser o palco para o lançamento da versão elétrica do Niro, que vai surgir com duas especificações: uma com bateria de 64 kWh e 450 km de autonomia e outra com bateria de 39,2 kWh e autonomia de 300 km. O modelo é muito semelhante ao Hyundai Kauai Eletric.

Kia Proceed

Retirado da gama Ceed o coupé – conhecido como Proceed – o modelo foi substituído por uma “shooting brake” que se chama… Proceed. Esteticamente muito bem conseguido e que promete níveis de equipamento interessantes.

 

Lexus LC Limited Edition

Nada de muito novo, apenas uma pintura diferente, um interior exclusivo e poucas unidades disponíveis desta versão especial do sensual coupé da Lexus. Sendo uma série especial do modelo, dividir-se-ão entre versões híbridas e V8.

Lexus ES

O modelo ES fez a sua estreia na China, vai surgir no Japão com câmaras no lugar de espelhos (que não vão chegar á Europa, pelo menos para já) e faz a sua estreia europeia em paris. Foi pensado para estar mais focado na condução e poder ser um verdadeiro rival de modelos como o BMW Série 5, Mercedes Classe E, Audi A6 e Jaguar XF. Vem tomar o lugar do GS.

Lexus RC

Vai ser apresentado em Paris e estará à venda ainda este ano. As mudanças são ligeiras e orientadas pelo estilo do coupé LC, nomeadamente, a frente. A Lexus garante que trabalhou no aspecto do comportamento e do conforto.

 

Mercedes A 35 AMG

A versão AMG mais sumarenta ainda está para chegar, mas a Mercedes lança esta variante menos poderosa que está longe dos mais de 400 CV que o A45 AMG terá. Aqui são pouco mais de 300 CV, mas suficientes para rivalizar com carros como o Audi S3 e o VW Golf R e, até, o Ford Focus RS.

Mercedes Classe A Berlina

A Mercedes quis entrar no território do A3 Sedan, lançando esta variante de três volumes que serve, também de base para a versão chinesa do Classe A, cujo chassis está mais alongado. O estilo também deverá ser ligeiramente diferente no modelo europeu.

Mercedes Classe B

O Classe B, espécie de monovolume, vai ter nova geração que chega no Salão de Paris. Será maior, mais largo e com melhor arrumação interior. O interior receberá o mesmo arranjo do Classe A, ou seja, ecrãs de generosas dimensões para painel de instrumentos e sistema de info entretenimento. O sistema MBUX também fará parte do equipamento do Classe B.

Mercedes EQC

O primeiro Mercedes totalmente elétrico da submarca EQ vai estar no Salão de Paris. Todas as suas características são já sobejamente conhecidas, nomeadamente os mais de 407 CV de potencia e os 765 Nm de binário que mexem uma massa com 2425 kgs. Sob o protocolo WLTP, o EQC tem uma autonomia de 400 km.

Mercedes GLE

Mais um SUV de luxo que a Mercedes lança em Paris, neste caso nova geração do GLE, a segunda que trás consigo um estilo mais atraente, interior mais jovem e uma versão híbrida “Plug In”. O sistema de suspensão é inovador.

 

Peugeot 508 SW

A versão carrinha do novo 508 possui um estilo moderno e arrojado e vai se estrear no Salão de Paris.

Peugeot e-Legend

Um protótipo fabuloso com motorização elétrica e condução autónoma. Fazer regressar o Peugeot 504 Coupé é uma belíssima ideia e este protótipo tem tudo, caso a Peugeot queira, para ser um carro da gama da marca do leão, mas sem a motorização elétrica e a condução autónoma.

Porsche Macan

O mais pequeno SUV da gama Porsche surge renovado em Paris e sem motores diesel. Bom aspeto e tecnicamente evoluído, o novo Macan chegará no final deste ano.

 

Renault Kadjar

Um muito ligeiro restyling do “irmão” francês do Nissan Qasqhai, um interior com maiores alterações, recebendo o motor 1.3 litros a gasolina e um 1.5 litros a gasóleo revisto.

Seat Tarraco

O maior SUV da gama Seat já foi revelado, mas estará em destaque no Salão de Paris. Denominado Tarraco devido a uma votação pública, o novo SUV da casa espanhola assemelha-se muito a outras realizações do grupo VW, mas com uma frente distinta e com a grelha muito mais direita do que é hábito. Uma definição de estilo que oferece o vislumbre da futura linguagem de estilo da Seat.

Skoda Karoq Scout

O Karoq recebe o tratamento “Scout”, ou seja, algumas alterações, nomeadamente, a tração integral e proteções nos para choques dianteiro e traseiro e na lateral. Dois motores diesel e um a gasolina fazem a gama do Karoq Scout. Para os que não querem saber do fora de estrada, a Skoda oferece o Karoq na versão Sportline com o motor 2.0 TSI com 190 CV.

Skoda Kodiaq vRS

O primeiro SUV desportivo da Skoda vai aparecer em Paris, sendo o segundo modelo da divisão vRS da Skoda, depois do Fabia vRS. O modelo foi testado no Nurburgring e promete um comportamento excelente. Pelo menos é o que diz a Skoda.

Skoda Vision RS

Já se conhecem os traços do novo Skoda Rapide, mas a Skoda vai apresentar o protótipo que mostra, também, o futuro da linguagem de estilo da casa checa. Chama-se Vision RS.

 

Suzuki Jimny

O novo Jimny parece já ter reunido o consenso de quem já o experimentou. Pequeno, divertido e com clara inspiração no modelo anterior, é um carro interessante à imagem daquilo que a Suzuki costuma fazer neste segmento. O modelo chega ao mercado ainda este ano.

 

Toyota Yaris GR Sport

Depois do fabuloso Yaris GRMN que nem deu para aquecer, tão poucas foram as unidades comercializadas, a Toyota pegou na Gazoo Racing e vai criar uma série de modelos desportivos com a chancela GR Sport. O primeiro será o Yaris. Só há em cinco portas, a inspiração vem do GRMN, mas o motor é a unidade híbrida e em termos de comportamento não será tão exuberante.

Toyota Camry

Há muito tempo ausente do mercado europeu – sendo uma vedeta nos EUA onde é o automóvel mais vendido, embora muito atrás do veículo mais vendido nos states, a Ford F150 Pick-Up – o Camry regressa á Europa no Salão de Paris e ao mercado em 2019 com uma motorização híbrida como não poderia deixar de ser. O sistema do Camry será o mesmo do RAV4 Hybrid.

Toyota Corolla Touring Sports

A carrinha do Corolla (sim, o Auris acabou e no seu lugar regressou o Corolla) só chegará ao mercado em 2019, mas a Toyota vai aproveitar para apresentar carro e carrinha já em Paris. A gama Corolla terá um cinco portas, uma carrinha de um quatro portas. As motorizações híbridas e a gasolina serão usadas neste modelo.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)