Se está a pensar comprar um SUV, então este artigo é para si!

By on 20 Abril, 2020

Um dos problemas quando se compra um carro e há alguma folga na carteira ou o crédito é barato, são os opcionais. É que quando damos por ela já temos uns milhares de euros adicionados. Por isso, se vai comprar um SUV, este artigo é a sua cara e vai ajudá-lo a evitar gastar dinheiro desnecessariamente.

É verdade que nos dias que vivemos raros são os carros mal equipados, mas os construtores encontram, sempre, forma de encarecer o modelo final com uma lista de coisas que mais parecem a lista de uma doçaria onde dá vontade de provar tudo.

Se está a pensar comprar um SUV – e a maioria das pessoas que deseja comprar carro quer um SUV – ficam aqui alguns conselhos para não tropeçar na lista de opcionais e ficar com um carro ao preço de um modelo de luxo.

Na compra terá sempre de pensar naquilo que é “Necessório” e “Acessório”, ou seja, aquilo que lhe fara mesmo falta ou o que não passa de um capricho. 

Por exemplo, as jantes de liga leve. Já estava a pensar ter no seu SUV umas belas jantolas de 19 ou 20 polegadas. Custam um balúrdlo e só têm contras: tendem a prejudicar o conforto, são vulneráveis aos passeios e buracos (os pneus têm uma parede fininha) e vai passar o tempo a pensar “ups, já estraguei as jantes”. Acredite que não vale mesmo a pena, exceto se já vierem de série.

Estofos em couro, ui, é daquelas coisas que dão prestígio ao carro, ou como diz a “vox populi”, a pele dá “sainete”. Mas, antes de gastar mais de mil euros, ou mais, nos estofos em couro, pense nisto: os estofos em couro são desagradáveis com o calor e num país com tanto sol, se não forem de cabedal do bom (daquele que custa cinco mil euros para forrar os bancos), rapidamente vão se degradar. Portanto, pense bem se vale a pena os estofos em pele.

O mesmo podemos dizer sobre o tejadilho panorâmico. As crianças vão gostar muito, mas nos dias de calor, ter a persiana aberta será o mesmo que estar numa sauna que só o ar condicionado não resolve. Mas se ainda assim quiser o tejadilho, não se esqueça de procurar nos bolsos mais uns trocos para comprar um ar condicionado automático de duas zonas (esquerda/direita) ou três zonas (individual para trás) para evitar viajar dentro de uma sauna irrespirável.

Por outro lado, há coisas que fazem falta: as barras no tejadilho servem para levar as bicicletas, um porta bagagens extra ou cargas mais pesadas. Dá jeito, também, o sistema de abertura mãos livres da bagageira, pois nos SUV o acesso é sempre alto.

Finalmente, se estiver disponível, compre o sistema de visão 360 graus, pois será de grande ajuda para estacionar o seu SUV com segurança e sem estragar o seu amado carro.

Excetuando os sistemas que fazem parte do ADAS, tudo o resto é, mais ou menos, supérfluo e poderá evitar gastar umas coroas valentes em coisas que nada acrescentam e que, acreditamos, nunca mais lhes vai mexer.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)