Segundo a ARAC, as empresas de rent-a-car têm escassez de automóveis

By on 8 Julho, 2022

As quebras no turismo, a falta de componentes e o aumento de combustíveis estão a dificultar, e muito, a atividade de diversas empresas de aluguer de automóveis.

O período de pandemia de que ainda estamos a sair, deixou diversas mazelas em variados setores e um deles está relacionado com as empresas de aluguer de automóveis, que acaba por estar a sofrer diversas consequências de várias fontes, quase como se fosse um dominó.

Para começar, o período de pandemia dos últimos dois anos trouxe quebras incríveis em termos de turismo, que ainda é a principal fonte de receitas para os rent-a-car. E agora, que parece estarmos a entrar numa fase de recuperação, há diversas dificuldades na atualização destas frotas, uma vez que os próprios construtores continuam com dificuldade no fornecimento de automóveis, derivadas da falta de componentes que também foi provocada pela pandemia.

Sem pessoas suficientes não se produzem componentes no número desejado, sem componentes não se produzem carros, sem carros, não existe rent-a-car. Segundo dados revelados pela ARAC (Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor), no corrente ano as frotas das empresas de rent-a-car não deverão superar os 92 mil automóveis disponíveis, mesmo no momento habitual de maior procura, quando em anos anteriores, como em 2019, por exemplo, este valor andava em torno das 125 mil unidades.

Além de tudo isto, é ainda necessário referir os constantes aumentos dos preços dos combustíveis e a quase total eliminação dos descontos de quantidade que normalmente são disponibilizados a compradores de maior volume, o que vai acabar por se refletir no preço do serviço que é proposto ao cliente, tornando esta alternativa cada vez menos competitiva.

Como consequência de tudo isto, a ARAC refere ainda que a escassez de viaturas de rent-a-car e rent-a-cargo terá uma influência direta no mercado dos automóveis usados, que normalmente são o destino dos carros que abandonam as frotas das empresas de aluguer.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)