Sem ideias para a tarde de domingo? E que tal uma boa limpeza ao carro?

By on 13 Novembro, 2022

A falta de tempo pode levar a que o carro que usamos todos os dias fique com um visual muito pouco desejável. Para que isso não aconteça, por vezes, temos de lhe dedicar um pouco mais de tempo.

A Volkswagen publicou algumas dicas sobre a melhor forma de cuidarmos do nosso carro, que passam pela lavagem da carroçaria, mas também por alguns cuidados com o habitáculo. Aqui ficam oito conselhos úteis para que o seu carro fique quase como o conheceu no primeiro dia em que o viu.

O cheiro a carro novo é uma das melhores experiências que podemos ter num automóvel, sendo que para o manter, não basta adicionar ambientadores. Por vezes, uma limpeza é mesmo inevitável. Claro que não estamos a dizer que deverá efetuar um detalhe completo ao carro com muita frequência, mas há alguns cuidados simples que poderá ter e que farão toda a diferença.

Panos macios: O primeiro passo para limpar o seu automóvel como um profissional passa por usar os materiais e as ferramentas certas para a carroçaria. A camada exterior da pintura é bastante suscetível a riscos e deve ser cuidada com atenção. Por isso, evite toalhitas ou papel de cozinha, pois apesar de estarem limpos, podem ser demasiado rígidos e danificar a pintura. A melhor alternativa são os panos ou luvas de microfibras, especialmente concebidos para esta finalidade e que valem garantidamente a viagem a uma loja da especialidade para os adquirir.

Use dois baldes: Muitas pessoas não se apercebem da enorme vantagem deste detalhe. A utilização de dois baldes, faz com que seja possível usar um para deixar a sujidade e os detritos do carro e o outro para lavar o pano ou a luva antes de regressar à carroçaria. Tal como no ponto anterior, um pouco de sujidade inesperada como areia ou uma pequena pedra pode assassinar por completo a pintura do carro, principalmente a cada exterior. Desta forma, use sempre dois baldes: um para remover a sujidade do carro e a dos panos ou luvas e outro para enxaguar antes de limpar o veículo.

Lavar de cima para baixo: É importante começar cada lavagem na parte superior ou no tejadilho do carro, uma vez que a maior parte da sujidade se acumula na zona inferior da carroçaria. Começando pelo topo e seguindo posteriormente para as rodas, grelhas e outros detalhes, pode evitar um trabalho duplicado e fazer com que todo o processo seja ainda mais eficaz.

Use os produtos corretos: Ainda que seja bastante simples pegar na embalagem do limpa-vidros lá de casa ou mesmo o detergente da loiça, não o faça quando for lavar o carro. Muitos deles podem incluir substâncias mais abrasivas que o desejado e fazer ainda pior do que não lavar o carro. O ideal é mesmo recorrer à mesma loja especializada de que lhe falávamos há pouco e adquirir produtos específicos para lavagem de automóveis.

Não lave o carro ao sol: Embora muitos acreditem que é melhor lavar o seu carro num belo dia de sol e de haver até algo poético nisso, está longe de ser o mais indicado, uma vez que o calor também pode danificar a camada exterior da pintura. Por essa razão, não deixe o carro secar naturalmente ao sol e use também aqui os tais panos microfibras ou luvas.

Deixe a correção da pintura e o polimento para os profissionais: Utilizar uma máquina para polir o carro pode ser aliciante e tentador, mas, tal como as toalhas, se for usada incorretamente, pode causar mais danos do que melhorias. Os problemas que podem surgir incluem a remoção de tinta, a descoloração de zonas da carroçaria ou mesmo os riscos na superfície. Se mesmo assim quiser experimentar, fale com um profissional primeiro e veja como tudo é feito.

Lavar frequentemente: Idealmente, os condutores devem tentar lavar o seu carro de duas em duas semanas para evitar danos permanentes no exterior do seu veículo, mas claro que esta frequência pode variar em função da utilização, da zona onde habita e do clima dessa mesma área, mas também se este dorme na rua ou numa garagem e tantos outros fatores. Ainda assim, a melhor forma de garantir que o seu carro mantém a aparência de um carro novo é através da realização de limpezas regulares.

Finalmente, o interior. O habitáculo de um automóvel é frequentemente ignorado quando se trata de pormenores, mas ainda assim deve ser cuidado com alguma regularidade. Tal como costuma fazer em casa, ao aspirar, limpar o pó, lavando toalhas e lençois, também o interior do carro deve ser cuidado da mesma forma. É que, ainda que seja por menos tempo, também acabamos por viver dentro do carro durante a semana, pelo que pó e outros detritos vão também acabar por surgir.

A melhor parte é que a manutenção do habitáculo do carro pode ser incrivelmente simples. Um simples pano microfibras e água conseguem fazer magia a bordo de um carro. É algo que podemos e devemos fazer regularmente em áreas que são frequentemente tocadas ou utilizadas, tais como o volante, puxadores das portas, comando da caixa de velocidades e cintos de segurança. Também aqui, caso seja necessário usar alguma espécie de detergente para remover sujidades mais entranhadas, evite os produtos domésticos que podem ser mais nocivos para os componentes do habitáculo e use apenas os que são especialmente fabricados para o interior dos automóveis.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)