Sistemas de assistência à condução essenciais em grandes viagens

By on 20 Outubro, 2017

As viagens longas podem-se tornar monótonas, cansativas e levar-nos a relaxar, apesar de quem segue ao volante ter de estar sempre alerta. Nesse sentido, de entre os vários sistemas de assistência à condução que grande parte dos carros hoje incorpora – seja como equipamento de série ou opcional – há alguns que consideramos essenciais no auxilio à condução em viagens de maiores distâncias. Conheça-os percorrendo a galeria em cima ou vendo os tópicos em baixo.

André Duarte

Nota: os sistema apresentados podem mudar ligeiramente de nome e em algumas características mediante a marcas, mas, no essencial, reportam-se às mesmas funções.

Assistente adaptativo de luzes: melhora o conforto e a segurança através de uma função automática de assistência do controlo da luz da estrada. Através de uma câmara, que pode estar situada no retrovisor interior, o sistema reconhece veículos que circulam à frente ou em sentido contrário, atenuando automaticamente a luminosidade dos faróis antes de encadear os outros condutores, alternando também, sem a ação do condutor, entre máximos e médios.

Assistente de aviso de saída da faixa de rodagem: através de um módulo de câmara na área do espelho interior são adquiridas as marcações da via e avaliada a posição do veículo. Se este começa a afastar-se da sua faixa de rodagem, o assistente alerta o condutor – dentro dos limites do sistema, os quais dependem de cada modelo – através de um sinal de aviso acústico, da vibração do volante ou de uma intervenção de correção na direção. Porém, nota para o facto de o sistema não reagir se o pisca estiver ativado antes de se deixar a faixa de rodagem.

Cruise Control Adaptativo: ‘lê’ a distância e a velocidade em relação ao veículo que circula à frente através de um sensor de distância – cabe ao condutor regular o intervalo temporal entre veículos e a velocidade desejada. Um sensor monitoriza continuamente a zona em frente do veículo. O condutor pode interromper a regulação do cruise control adaptativo e aumentar a velocidade pressionando o acelerador. Se o condutor pressionar o pedal do travão, o cruise control adaptativo é imediatamente desativado.

Front Assist: através de sensores (radar/laser) são monitorizadas situações críticas de distância para o veículo da frente. Em situações de perigo o sistema avisa o condutor emitindo sinais de advertência, visuais e acústicos, assim como através de uma breve intervenção no travão. Ao mesmo tempo, o sistema de travões fica ‘alerta’ para realizar uma travagem de emergência, se necessário. Deste modo, se o condutor pressionar o pedal do travão, toda a força da travagem encontra-se de imediato disponível. Se a travagem não for suficiente o Front Assist aumenta a pressão até ao nível necessário. Assim, em situações em que uma colisão seja eminente, o sistema ajuda o condutor realizando automaticamente uma forte travagem.

Sistema de deteção de fadiga: analisa de forma contínua a condução e deduz a capacidade para conduzir do condutor – sendo avaliados diversos parâmetros como, por exemplo, o comportamento da direção. Se o sistema identificar indícios de fadiga, emite um alerta, por via de sinais visuais (no painel de instrumentos) e acústicos, aconselhando a que seja feita uma pausa.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz