Skoda não vende mais porque não tem produção suficiente

By on 9 Abril, 2019

Quem o diz é Bernhard Maier, o presidente da Skoda. “Poderíamos ter vendido cerca de 100 mil unidades mais em 2018 se não tivéssemos falta de capacidade de produção.”

A casa checa tem fábricas em Mlada Boleslav, Kvasiny e uma terceira unidade produtiva na Eslováquia. Nas primeiras produz cerca de 800 mil unidades/ano, a terceira encarrega-se do Citigo. Ora, são os modelos fabricados na República Checa que são os mais afetados, nomeadamente, os SUV Kodiaq e Karoq, modelos que estão a ser verdadeiros sucessos de vendas. Mas para se perceber a dimensão do problema, as 100 mil unidades referidos, não estão longe do número de Karoq produzidos em 2018, o que deixa perceber como houve muito clientes que ficou sem o seu SUV e procurou em outras marcas.

A Skoda procurou aumentar a produção com laboração contínua ao fim de semana, mas os sindicados rejeitaram a ideia. Por isso, a Skoda está a ponderar abrir uma terceira fábrica na República Checa. Que será maior, multimarcas e estará muito próxima de receber a luz verde. 

Para Maier, esta fábrica será a moeda de troca para que os sindicatos e o governo abram a porta à laboração em contínuo das atuais unidades de produção, esgrimindo o argumento dos postos de trabalho criados. Seria a forma de aumentar a produção até que a nova fábrica entre no ritmo certo.

Entretanto, a casa de Mlada Boleslav está a trabalhar na redução da sua gama, descartando os produtos menos rentáveis e aqueles cujas motorizações têm conhecido mais dificuldades em termos de homologação sob o protocolo WLTP.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)