Skoda Rapid e Rapid Spaceback renovados

By on 23 Fevereiro, 2017

 

A marca checa fez uma remodelação nos modelos Rapid e Rapid Spaceback que será apresentada no Salão de Genebra (9 a 19 de março). Os Skoda contam com um novo design exterior, faróis bi-xénon, tecnologia LED
e um painel de instrumentos com novo design no interior. Em termos de conectividade, destaque para o hotspot WLAN a bordo que está sempre online. Ao nível das motorizações, contam agora com o 1.0 TSI de três cilindros.

Design revisto

Na frente os faróis de nevoeiro foram modificados e brilham na parte inferior do pára-choques. Uma estreita faixa cromada standard, a partir da versão Style, faz a ligação com as óticas e cria na parte dianteira um aspeto mais amplo. Os farolins traseiros em forma de C, podem ser escurecidos. No caso do Rapid Spaeback, na versão style, há o prolongamento do vidro traseiro como equipamento padrão.

As jantes também foram alvo de reparo, estando disponíveis em novos designs: Costa de 15”, Evora (prateadas); Vigo (prateado / preto) de 16” polegadas; Trius (prateadas); e Torino (preto polido, para a versão Monte Carlo) de 17”. No sistema de luzes, destaque para o assistente de máximo dos faróis. Em zonas de maior escuridão e a velocidades acima de 60 km/h, o sensor deteta veículos que circulem à frente – até uma distância de 400 metros – bem como o tráfego em curso – até 1000 metros – e escurece as luzes em conformidade com a situação. No interior, as saídas de ar no tablier, nos instrumentos e no painel de controlo do sistema de ar condicionado manual também foram redesenhadas.

Três cilindros, a nova aposta

No capítulo das motorizações a novidade é a adoção do motor TSI de 1.0 litros de três cilindros e dois níveis de potência: 1.0 TSI com 95 Cv e 110 cv. No primeiro caso, e falando do motor no Skoda Rapid, a velocidade máxima é de 187 km/h para uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 11s. O consumo combinado cifra-se nos 4,4 l/100 km e as emissões de CO2 em 101 g/km. No modelo de 110 cv, a velocidade máxima é de 200 km/h, com a aceleração dos 0 aos 100 km/h a ficar abaixo dos 10s, 9,8s para sermos precisos. O consumo combinado é de 4,5 l/100 km e as emissões de CO2 de 104 g/km. Aplicadas ao Skoda Rapid Spaceback, as referidas motorizações apenas diferem na velocidade máxima. O de 95 cv atinge os 184 km/h e o de 110 cv os 198 km/h.

Além dos dois novos motores 1.0 TSI estão disponíveis mais três motorizações para os Skoda Rapid e Rapid Spaceback: 1.4 TSI com 125 cv; 1.4 TDI de 90 Cv e 1.6 TDI com 116 Cv. Todos estão equipados com o sistema de recuperação de energia na travagem, sistema start-stop e estão em conformidade com a norma de emissões EU6. Os motores Diesel estão equipados com injeção direta e filtros de partículas diesel.

SKODA RAPID_03_fev 2017

 

 

 

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)