Sucesso do plano ‘PACE!’ devolve Opel aos lucros e torna-a elétrica, lucrativa e global

By on 9 Novembro, 2018

A Opel rejuvenesceu e conseguiu o que há muito era uma miragem: regressar aos lucros, melhorar a competitividade em todas as áreas de ação e investir no futuro da marca.

Tudo objetivos alcançados com o plano “PACE!” que o PSA Group desenhou para a casa de Russelsheim e que permitem que a Opel, neste momento, olhe o futuro de outra forma. A possibilidade de investimento leva a que nos próximos dois anos surja uma vaga de produto com oito novos modelos e, ainda, a eletrificação de algumas das gamas da Opel. Caso do Corsa e do Grandland X Híbrido Plug In.

“Estamos a ser bem sucedidos! A Opel vai ser lucrativa, elétrica e global. Isto é algo em que cada empregado da Opel pode ter orgulho. Conseguimos reorganizar-nos durante os últimos doze meses e mudar a nossa forma de pensar. Apresentámos lucros de 502 milhões de euros nos primeiros meses de 2018 e continuamos a trabalhar arduamente no nosso sucesso.” Quem o diz é Michael Lohscheller, o CEO da Opel que para alcançar tudo isto, teve de melhorar, muito, a competitividade da empresa em todas as áreas. A redução de custos fixos em 28% foi uma enorme ajuda para este lucro registado, mas também os acordos alargados com os parceiros sociais em todas as fábricas. Tudo situações que contribuíram para uma melhoria significativa da relação custos laborais/receitas. Aconteceu uma simplificação da estrutura de gestão de topo, reduzindo o número de posições em cerca de um quarto durante os últimos doze meses. Enquanto isso, a Opel vai resistindo e tem conseguido evitar fechar unidades de produção, investindo na sua modernização e preparando-se para o impacto elétrico.

O Centro de Engenharia de Russelsheim passou a ser um centro de referência dentro do PSA Group, cabendo aos seus engenheiros e técnicos, o desenvolvimento de veículos comerciais ligeiros e uma nova família de motores a gasolina. E numa medida para evitar despedimentos neste centro tecnológico, a Opel acertou com a Segula a transferência de dois milhares de colaboradores para aquela empresa de serviços de engenharia.

Graças ao acesso ás plataformas e às tecnologias de motorização do PSA Group, a gama Opel conhecerá uma forte expansão, mas com foco na eletrificação da gama e já em 2020 a Opel terá quatro modelos com motorização eletrificada. Um deles será o novo Corsa elétrico, o outro o Grandland X PHEV, o primeiro híbrido “Plug in” da história da marca.

Pela primeira vez na sua história, a Opel tem uma oferta completa de “leasing” através da marca de mobilidade “Free2Move” do PSA Group. “Vamos continuar a concentrar todos os nossos esforços no âmbito do ‘PACE!’ e alcançaremos sucesso sustentado como marca alemã!” Crença de Michael Lohscheller, o CEO da Opel.

Deixe um comentário

Please Login to comment