Sucesso no Japão pode trazer Nissan Note e-Power para a Europa

By on 15 Maio, 2017

O sucesso do Note e-Power no Japão está a levar a Nissan a equacionar a exportação do híbrido para mercados externos como o europeu ou norte-americano.

Líder de vendas no mercado nipónico em janeiro, março e primeiro trimestre de 2017 – superando o rival Toyota Prius – o elétrico na Nissan terá grandes hipóteses de sair do território nipónico e internacionaizar-se.

O Note e-POWER junta ao motor elétrico um motor a gasolina, mas as rodas do veículo são sempre e unicamente acionadas pelo motor elétrico. A alimentação deste motor provém de uma bateria de elevado desempenho, que por sua vez é carregada por um compacto grupo motopropulsor constituído por um gerador elétrico, inversor e um motor a gasolina.

nissan-e-power

Nos sistemas convencionais híbridos, um motor elétrico de baixa potência é associado a um motor a gasolina para acionar as rodas quando a bateria está fraca (ou no caso de deslocações a velocidades elevadas). No entanto, neste e-POWER o motor a gasolina não está ligado às rodas – simplesmente carrega a bateria. E, ao contrário de um veículo totalmente elétrico, a fonte de alimentação tem origem no motor e não apenas na energia externa que carrega a bateria.

O primeiro mercado a poder vir a contar com o híbrido nipónico deverá ser o norte-americano – a marca tem os modelos Altima, Pathfinder e Rogue Hybrid em comercialização – devendo seguir-se o chinês – onde os híbridos e elétricos estão em alta – e o europeu.  muito bem-vindos. No Japão, o Note e-Power tem um custo de 1.772.280 ienes (cerca de 14.235 euros).

Luís M. Mota

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)