Teimosia de Elon Musk custou-lhe 10 milhões e a presidência da Tesla

By on 4 Outubro, 2018

As questões entre Elon Musk e a Securities and Exchange Commision (SEC), a CMVM norte americana, foram mais complicadas que o acordo que o levou a sair de presidente da Tesla.

Segundo informações prestadas pelo New York Times, no seguimento do acordo assinado, Elon Musk estava resolvido a não aceitar qualquer espécie de acordo com a SEC e terá, mesmo, ameaçado a administração que resignaria caso fosse por diante algum acordo.

Tudo porque o sul africano, depois de ter concordado em fazer um acordo para não haver nenhum processo sobre as suas afirmações “falsas e criadoras de um cenário falso” sobre o processo de saída da Tesla da Bolsa de Nova Iorque, recuou no derradeiro momento, dando instruções aos seus advogados que não estava interessado em nenhum acordo.

Isto levou a SEC a instaurar um processo por fraude, afirmações falsas e criadores de expetativas falsas, acrescentando que Elon Msuk já tinha feito outras afirmações falsas e criadoras de falsos cenários. Tudo sobre a ideia de retirar a tesla da Bolsa com valores das ações acima dos 400 dólares. Afirmações que, segundo a SEC, criaram significativa confusão e destrutividade no mercado bolsista.”

Musk não gostou de ser chamado de mentiroso e quis que os advogados levassem o processo até ao fim para “publica e exuberantemente, declarar a sua integridade.” Porém, este arrufo durou pouco, pois imediatamente a seguir ao anúncio do processo judicial interposto pela SEC contra Elon Musk, as ações da Tesla derraparam quase 14%. Uma perda de valor assinalável que o sul africano não tinha como acomodar. Emparedado, Musk não deixou de dar luta e quis regressar ao acordo original que tinha rasgado. A SEC não gostou e endureceu as condições para anular o processo: aumento de 10 para 20 milhões de dólares a multa imposta e impôs um ano de interdição como presidente da Tesla.

Agora, a Tesla tem 45 dias, após o acordo ser assinado e retificado pelo tribunal, para remover Musk de presidente e escolher o seu sucessor que, tudo o indica, será John Murdoch, filho de Rupert Murdoch, e atualmente CEO da 21th Century Fox.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)