Toyota adiciona o quarto e mais aventureiro formato de carroçaria à gama Corolla

By on 20 Outubro, 2022

Tal como já acontece com outros modelos da marca, como o Yaris, também o Corolla passa agora a incluir uma versão Cross, de visual mais aventureiro, mas também mais de acordo com as recentes tendências de mercado.

O nome Corolla é um dos gigantes do mundo automóvel. Foi lançado no Japão em 1966, já chegou a ser produzido em Portugal e conta atualmente com 12 gerações de história, sendo que em determinadas alturas chegou mesmo a ser o modelo mais vendido do planeta, uma delas, por dez anos consecutivos.

Com a metamorfose atual do mercado e com a “ordem” de Akyo Toyoda em tornar os modelos da marca mais interessantes, a Toyota continua a brindar-nos com novos formatos. E agora, é a vez de conhecermos a quarta alternativa de carroçaria a incluir o badge do Corolla. Depois do Hatchback, da carrinha Touring Sports e do Sedan, é agora o momento de recebermos o Cross, o SUV da gama destinado ao segmento C-SUV e que vem preencher um pequeno espaço que agora composto por oito opções de SUV.

Em termos de dimensões, o Corolla Cross fica encaixado algures entre o C-HR e o RAV4, mas no que diz respeito às motorizações disponíveis, o grande destaque é a quinta geração do sistema híbrido da Toyota, que combina uma motorização de dois litros a gasolina e um motor elétrico de 83 kW, o que resulta numa potência combinada do sistema quase a tocar nos 200 cavalos. Esta nova opção faz a sua estreia justamente com a nova versão Cross do Corolla, oferecendo um prazer de condução mais elevado, melhores prestações e uma otimização do peso do sistema. Mais tarde, a gama será ainda enriquecida com a versão híbrida que utiliza o motor a gasolina de 1,8 litros.

No capítulo da segurança, o novo Toyota Corolla Cross passa a incluir diversos novos sistemas no seu equipamento de série, não faltando sequer um novo airbag central entre os assentos dianteiros, mas também versões atualizadas e melhoradas de funções já existentes. E graças ao novo sistema multimédia, há também novas possibilidades, tais como as atualizações OTA (over-the-air).

A bordo, e além deste sistema que também inclui um monitor tátil com 10,5 polegadas e uma maior resolução, há também um novo painel de instrumentos totalmente digital e que permite uma leitura mais rápida, além de também oferecer uma imagem mais moderna ao habitáculo. Além da parte tecnológica, há também um lado mais prático a destacar. E aqui, podemos referir o amplo espaço a bordo para as pernas e em altura, além de encostos de cabeça mais confortáveis e um teto panorâmico em vidro (de série nas versões Exclusive e Luxury), que oferece um ambiente mais luminoso a todo o habitáculo.

No mercado nacional, a gama será composta por três níveis de equipamento: o Comfort tem um preço base de 38.190 euros e já inclui um equipamento de série bastante completo, com jantes de liga leve de 17 polegadas, o sistema multimédia com integração do smartphone, o painel de instrumentos digital, ar condicionado automático, e diversos outros. No patamar seguinte, o Exclusive, as jantes aumentam para as 18 polegadas de diâmetro e o preço base para os 39.990 euros, mas o equipamento de série também passa a incluir um sistema de iluminação totalmente em LED, as barras longitudinais no tejadilho, vidros traseiros escurecidos, teto panorâmico e o sistema “smart entry & start” com chave mãos livres. No topo da oferta fica o Luxury, com um valor base de 43.390 euros e que já inclui elementos mais luxuosos como os assentos em pele, com aquecimento nos lugares da frente e comando elétrico no do condutor. A porta da bagageira recebe um comando elétrico e há agora um carregador sem fios para o telefone, além dos sensores de estacionamento e o alerta de ângulo morto (BSM).

A gama Corolla Cross terá oito cores disponíveis para a carroçaria: duas sem aumento de preço, quatro metalizadas com um custo extra de 580 euros e duas especiais (Branco Platina e Vermelho Tokyo), disponíveis por um valor de 800 euros. A produção em série teve início no passado mês de agosto e as reservas online já estão disponíveis desde setembro. Até ao final do mês de novembro vão começar a chegar as primeiras unidades equipadas com o novo sistema híbrido da quinta geração e em meados do próximo ano ficará então disponível a versão que conta com um motor de 1,8 litros a gasolina como base do sistema.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)