Toyota: Apresentada a Hilux com pilha de combustível a hidrogénio

By on 5 Setembro, 2023

A Toyota continua a sua aposta no hidrogénio e apresentou uma proposta que mistura um dos nomes mais conhecidos da família Toyota e a tecnologia de hidrogénio.

A Hilux elétrica com pilha de combustível a hidrogénio, foi revelada na fábrica de veículos da Toyota Manufacturing UK em Derby, Inglaterra, onde foi desenvolvida num projeto conjunto com parceiros de consórcio, apoiado por financiamento do Governo do Reino Unido.

O projeto começou no início de 2022 com um estudo de viabilidade realizado pela TMUK e pela Toyota Motor Europe. Posteriormente, foi obtido financiamento do Governo do Reino Unido através do Advanced Propulsion Centre, uma organização sem fins lucrativos que apoia o desenvolvimento de tecnologias mais limpas e de novos conceitos de mobilidade. E assim teve início um intenso programa de design e desenvolvimento que arrancou a 1 de julho de 2022, com os parceiros do consórcio: Ricardo, ETL, D2H Advanced Technologies, Thatcham Research e apoio adicional da Toyota Motor Corporation (TMC).

A construção do protótipo começou em 5 de junho deste ano, trabalhando de acordo com os princípios do Sistema de Produção Toyota (TPS) numa área dedicada dentro das instalações da TMUK. O primeiro veículo foi concluído apenas três semanas depois, o primeiro dos 10 que serão produzidos até ao final deste ano. Estes serão submetidos a testes rigorosos para garantir que a segurança, o desempenho dinâmico, a funcionalidade e a durabilidade atendam aos altos padrões exigidos de um modelo de produção.

A nova motorização utiliza elementos centrais do elétrico a hidrogénio Mirai com pilha de combustível. A pilha de combustível não produz emissões, do escape sai água pura. O hidrogénio é armazenado em três tanques de combustível de alta pressão, dando ao protótipo Hilux uma autonomia esperada de mais de 600 km. A bateria híbrida, que armazena a eletricidade produzida a bordo pela pilha de combustível, está posicionada no compartimento de carga traseiro, mantendo o espaço no habitáculo.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)