Toyota Caetano Portugal recebe em Lisboa o Energy Observer

By on 27 Setembro, 2018

A primeira embarcação do mundo movida a hidrogénio de forma autónoma e com emissões zero foi recebido em Portugal pela Toyota.

Este barco francês é uma das primeiras com produção de hidrogénio a bordo, a partir de água do mar, sendo movido por motores elétricos alimentados por energias renováveis e um sistema que produz hidrogénio que é armazenado a bordo livre de carbono.

A embarcação, com 30,5 metros de comprimento, 12,80 metros de largura, um peso em deslocação de 30 toneladas e antes de demandar Lisboa, já passou por Itália, França, Espanha, Marrocos, numa viagem de circum-navegação que vai durar seis anos com passagem por 50 países e 111 portos diferentes.

O seu aspeto futurista esconde muita tecnologia que faz do Energy Observer mais que um mero barco. O catamarã foi lançado em 2017 e funciona como uma forma de comunicar soluções energéticas amigas do ambiente. Estas serão usadas nas redes de energia do futuro para torná-las eficientes e aplicáveis em grande escala.

Porque é um barco que utiliza hidrogénio, a Toyota Motor Europe juntou-se ao projeto, aproveitando para ligar este projeto tecnológico ao Mirai, veículo movido a hidrogénio e que foi pioneiro na utilização desta tecnologia.

O Energy Observer está equipado com 141 m2 de painéis fotovoltaicos com três tecnologias diferentes: revestimento personalizado, bifacial e anti derrapante com 21 kW. A embarcação da equipa liderada por Victorien Erussard e Jerôme Delafosse, com o apoio da Accor Hotels, Thélem, Delanchy, Engie e o apoio oficial da União Europeia, possui eólicas de eixo vertical, um dessalinizador (por osmose inversa em duas etapas, limpa 105 litros/hora de água do mar), eletrólise (sistema que permite decomposição da molécula de H2O em oxigénio e em hidrogénio), compressores de hidrogénio em duas fases, reservatórios de hidrogénio de 322 litros cada um (são 8 reservatórios), célula de combustível, baterias de potência de iões de lítio com 106 kWh  e dois motores elétricos reversíveis com 2×41 kW.

Após ter navegado perto de França e da Península Ibérica em 2017, a embarcação fará a rota mediterrânica e seguirá para o Norte da Europa em 2019. A ideia do projeto Energy Observer será chegar a Tóquio a tempo dos Jogos Olímpícos de 2020.

 

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)