Toyota lança Highlander na Europa, o RAV4 de sete lugares

By on 11 Maio, 2020

Novo modelo tem tração integral às quatro rodas, motorização híbrida e vem complementar a gama SUV da Toyota.

O grande destaque do Highlander são os sete lugares e a bagageira com 658 litros de capacidade, para lá da 4ª geração do sistema híbrido com 244 CV e emissões de 146 gr/km de CO2 debaixo do protocolo WLTP. O Highlander estará pela primeira vez á venda no Velho Continente, exclusivamente com motorização híbrida, juntando-se aos modelos existentes: C-HR, RAV-4 e o novo Yaris Cross.

A plataforma do Highlander é a mesma do RAV4, ou seja, a GA-K, tem tração integral devido ao sistema i4WD e capacidade para 2 toneladas de reboque.

O Highlander tem 4950 mm de comprimento, tem jantes de liga leve de 20 polegadas e um estilo próprio que bebe inspiração, claro, no RAV4. No interior, o espaço é oferecido segundo as necessidades: a fila central avança ou recua em calhas 180 mm, permitindo espaço suficiente para a terceira fila de bancos e uma acessibilidade melhorada. 

O portão traseiro é aberto através de sensor colocado debaixo do para choques, sem mãos, e dá acesso uma bagageira de 658 litros com um espaço suplementar debaixo do piso da bagageira, podendo o total da capacidade de carga chegar aos 1909 litros com o rebatimento da segunda fila de bancos. Há vários espaços de arrumação no habitáculo que pode ser encomendado em preto ou cinzento, e várias tomadas USB para todos os passageiros da primeira e segunda fila de bancos. Os níveis de equipamento superiores recebem ecrã de 12,3 polegadas no topo da consola central com navegação por satélite, um “head up display”, Apple Carplay e Android Auto, carregamento sem fios do telefone, bancos ventilados e o espelho retrovisor interior com câmara traseira que permite ter uma imagem sempre livre de obstáculos sejam os encostos de cabeça ou a carga na bagageira. Algo já visto no RAV4.

O sistema híbrido do Highlander em um motor de 2,5 litros a gasolina com ciclo Atkinson, com dois motores elétricos, um em cada eixo, oferecendo, assim, tração integral, sendo o sistema alimentado por baterias de níquel metal hídrico posicionadas por baixo da segunda fila de bancos. São, no total, 244 CV que consomem 6,6 l/100 km e com emissões de 146 gr/km de CO2, segundo o protocolo WLTP (5,2 l/100 km e 117 gr/km de CO2 no NEDC correlacionado), os melhores valores do segmento, recama a Toyota.

Há quatro modos de condução (Eco, Normal, Sport e Trail) sendo todos utilizáveis a qualquer altura mesmo no modo elétrico. O Highlander está equipado com várias medidas para reduzir o ruido interior: para brisas acústico, reforço do isolamento no tejadilho, tabliê e forros das portas, no interior, cavas das rodas e zonas de carga, oferecendo assim um conforto acústico elevado segundo a Toyota.

O Highlander está equipado com o sistema “Toyota Safety Sense”, um conjunto de tecnologia de segurança pensadas para prevenir ou mitigar colisões numa ampla variedade de situações em tráfego. Deste pacote fazem parte o PCS (Pre-Collision Systam) que toma conta da direção para evitar uma colisão iminente, com deteção de peões de dia e de noite e bicicletas durante o dia. Também o cruise control adaptativo (ACC), leitor de sinais de trânsito (RSA), assistente para manutenção na faixa de rodagem (LTA), alerta de transposição involuntária de faixa de rodagem (LDA) e máximos automáticos (AHB). O Toyota Highlander estará à venda no início de 2021.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)