Toyota Mirai: Novas atualizações tecnológicas para 2024
Híbridos na Europa: Toyota na liderança, seguida da Renault e da Nissan

Toyota passa de 1 para 6 carros elétricos até 2026 e reforça abordagem multitecnológica

By on 5 Dezembro, 2023

No Kenshiki Forum TME, a Toyota apresentou a sua visão de “Mobilidade para todos” e revelou a sua abordagem multitecnológica que oferece soluções de mobilidade acessíveis com baixas ou zero emissões para necessidades e contextos de utilização muito diversos, isto enquanto faz a sua transição para a neutralidade carbónica até 2040. Para isso, apresentou uma gama ampliada de futuros veículos elétricos a bateria e com pilha de combustível a hidrogénio.

O princípio da Toyota de “Mobilidade para Todos” e o seu compromisso em alcançar a neutralidade carbónica na Europa até 2040 e globalmente até 2050 orientam a abordagem da marca ao desenvolvimento de novos produtos. Falando no evento Kenshiki, Simon Humphries, Chief Branding Officer, Head of Design da Toyota Motor Corporation forneceu mais informações sobre os valores e estratégia da empresa: “para nós, o verdadeiro significado de mobilidade é liberdade. Com a liberdade vêm as oportunidades e, na Toyota, acreditamos que todos devem ter acesso às oportunidades que a mobilidade proporciona, onde quer que vivam no mundo, seja qual for a situação e não excluindo ninguém”.
A estratégia “multitecnologia” da Toyota confirma este pensamento multifacetado, onde soluções de mobilidade com baixas ou zero emissões são concebidas para satisfazer necessidades específicas de cada região do mundo; produtos que satisfaçam a procura dos clientes ou sejam relevantes para a sua infraestrutura local, mantendo-se acessíveis para que ninguém fique para trás no caminho para a neutralidade carbónica.
Humphries apresentou vários modelos conceituais que vão liderar a próxima geração de veículos elétricos a bateria da Lexus e da Toyota; explicou ainda que a nova arquitetura de design modular que combina chassis gigacast, minimização de componentes e o novo sistema operativo Arene irão contribuir para uma maior liberdade do design para elevar toda a experiência do utilizador a bordo dos veículos da Toyota e Lexus. A entusiasmante gama de futuros veículos elétricos a bateria Toyota e Lexus apresentados no Kenshiki Forum deverá estar a circular nas estradas europeias nos próximos anos – incluindo o Lexus LF-ZC, o Toyota FT-Se Toyota FT-3e, o Toyota Sport Crossover Concept e o Toyota Urban SUV Concept
 
O caminho para a neutralidade carbónica
A TME anunciou no ano passado o seu objetivo de alcançar a neutralidade carbónica total na Europa até 2040.
A neutralidade de carbono SBTi de Nível 1 e 2 será alcançada nas suas operações e instalações de fabris na Europa até 2030.
Para o Nível 3, a Toyota alcançará 100 por cento de redução de CO2 nas vendas de veículos novos em 2035 e, até 2040, total neutralidade de carbono na cadeia de valor e logística – onde a TME já está a fazer progressos ao começar a utilizar camiões elétricos com pilha de combustível a hidrogénio nas suas quatro principais rotas logísticas da Bélgica para a Alemanha, França e Holanda.
 
Expansão de veículos elétricos a bateria
Yoshihiro Nakata, Presidente e CEO da Toyota Motor Europe, comentando o plano de lançamento de produtos a médio prazo da TME, afirmou que “embora continuemos a oferecer múltiplas tecnologias de redução de carbono, também aumentaremos de forma constante o número de veículos com emissões zero a disponibilizar para os nossos clientes”.
Na Europa, a percentagem de veículos eletrificados da Toyota é já de 71 por cento e espera-se que aumente até 75 por cento em 2024, levando a uma ainda maior expansão de novos veículos elétricos a bateria, que desempenharão um papel cada vez mais significativo nos seus volumes de vendas.
Até 2026, a TME irá ter cerca de 15 veículos diferentes com emissões zero sob a marca Toyota, desde automóveis de passageiros a veículos comerciais ligeiros, quando se espera que o mix europeu de BEV da Toyota seja superior a 20 por cento e atinja um volume superior a 250 000 veículos por ano.
No que diz respeito ao hidrogénio, Nakata explicou que a Toyota mantém uma perspetiva confiante sobre o seu papel único na contribuição para a descarbonização da mobilidade da Europa com a dinâmica do crescimento das infraestruturas e da disponibilidade de hidrogénio verde.
A estratégia de hidrogénio da Toyota abrange vários setores de mobilidade; no segmento de automóveis de passageiros, oferece o Mirai e o recém-lançado Crown. No setor comercial, a Fábrica de Hidrogénio da Europa da TME está a integrar a sua atual tecnologia de pilha de combustível em camiões, autocarros, barcos – e pick-ups, como foi visto no protótipo elétrico da Hilux com pilha de combustível a hidrogénio, apresentado no Kenshiki.
A tecnologia do hidrogénio irá evoluir ainda mais quando a Toyota lançar os seus sistemas de pilha de combustível de terceira geração em 2026.
 
Proace Max completa a gama Toyota Professional
A gama de veículos comerciais ligeiros Toyota Professional é completada com o lançamento da nova Proace Max, um furgão grande disponível em três tamanhos e alturas, para dar aos clientes a versatilidade que eles procuram.
Tal como os seus parceiros de gama, a nova Proace Max está disponível com motorização elétrica a bateria, proporcionando uma autonomia de 420 km (WLTP) e acesso a zonas de emissões zero.
O Proace Max junta-se aos recém-atualizados modelos Proace e Proace City para oferecer aos clientes a escolha entre veículos comerciais grandes, médios e pequenos – todos com a opção de uma motorização elétrica a bateria.
A Hilux é também parte fundamental da frota Toyota Professional, um pilar da frota comercial da TME para clientes que valorizam qualidade, durabilidade e fiabilidade. A Hilux irá receber um novo impulso no próximo ano, quando for lançada uma versão com sistema híbrido de 48 volts, proporcionando mais potência e binário e melhorando a eficiência de combustível em 10 por cento.
A gama de modelos Toyota Professional está a viver um forte impulso de vendas e espera-se que as mesmas cresçam para mais de 140 000 veículos em 2023, um aumento de mais de 20 por cento em comparação com 2022. A forte oferta de produtos é apenas uma parte da equação, dado que o reconhecimento da excelência do atendimento do cliente por parte da rede de retalho é outros dos fatores determinantes.
 
O legado da Toyota para Paris 2024
Além do plano de investimento no hidrogénio, Matt Harrison, COO da Toyota Motor Europe, destacou que até dez aplicações de hidrogénio irão ser utilizadas nos Jogos Olímpicos Paris 2024. A Toyota, como parceiro mundial de mobilidade do Comité Olímpico Internacional e do Comité Paraolímpico Internacional, fornecerá uma frota de veículos de passageiros de mais de 2650 unidades eletrificadas e 700 soluções elétricas de mobilidade para ”o quilómetro final”.
 
Produção Made in Portugal
Harrison explicou que entre estas soluções estão 250 APM (Accessible People Movers) redesenhados para Paris 2024 e construídos na Europa, mais precisamente na Fábrica da Toyota Caetano Portugal em Ovar, para melhor atender aos requisitos específicos de Paris:
“O veículo foi projetado para oferecer serviço de “quilómetro final” e transportar pessoas com necessidades especiais de acessibilidade. Depois dos Jogos, a frota de APM fará parte do nosso legado sustentável para a cidade de Paris.”
 

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)