Toyota Supra 2.0: motor com 258 CV, mas carro com menos 100 kgs de peso

By on 17 Março, 2020

Num mundo ideal, o AUTOSPORT/AUTOMAIS estaria em Barcelona na apresentação do novo Toyota Supra 2.0 GR, mas o Coronavírus impede que isso seja possível. Porém, como é nosso compromisso, aqui fica toda a informação sobre o novo modelo.

Quando a Toyota apresentou o Supra GR com motor de seis cilindros com 3.0 litros, recusou a ideia da chegada à Europa de uma versão com motor 2.0 litros como já existia no Japão. A ideia era lembrar a herança do Supra original que tinha um seis cilindros.

Volvidos alguns meses, a Toyota contradiz-se e trouxe para a Europa o carro com motor de 2.0 litros e quatro cilindros. Tal como o bloco de seis cilindros, também o quatro cilindros é sobrealimentado, mas é mais leve e compacto, ajudando a reduzir 100 kgs o peso do Supra face á versão de seis cilindros. Graças a ser mais pequeno, o motor está colocado mais perto do centro do Supra, ajudando a melhorar o comportamento, auxiliado, claro, pelos 100 kgs a menos.   

O bloco de 2.0 litros tem 258 CV e 400 Nm de binário, mantendo a caixa ZF automática de 8 velocidades. A velocidade máxima está limitada como no Supra 3.0 aos 250 km/h, sendo que o 0-100 km/h é cumprido em 5,2 segundos. Quer isto dizer que apesar dos menos 100 kgs de peso, os 82 CV e 100 Nm de binário a menos, fazem o carro mais lento quase um segundo (0,9 segundos). No que toca aos consumos, o Supra GR 2.0 exibe entre 5,9 e 6,3 l/100 km e emissões de 135 a 143 gr/km de CO2.

A diferença entre um Supra GR 3.0 e um Supra GR 2.0 resume-se as jantes de 18 polegadas e às saídas de escape de 90 mm de diâmetro (100 mm no 3.0). Apenas isso já que a receita de vias e rodas largas, distância entre eixos curta e muita largura, manteve-se exatamente igual.

No interior não há diferenças, ficando o carro igual nas duas versões, o que acaba por fazer sentido se olharmos que no exterior as diferenças são curtas e no conceito ficou tudo igual. O diferencial ativo está disponível como opcional.

O Supra GR 2.0 utiliza pneus Michelin Pilot Sport com 255/40 ZR 18 à frente e 275/40 ZR18 atrás. Na travagem, estão discos de 348 mm à frente e 345 mm atrás. Há dois modos de condução, Normal e Sport, enquanto que o controlo de estabilidade tem um modo Traction que permite a traseira escorregar até determinado limite, mesmo com o controlo de estabilidade ligado.

O carro chegará ao mercado ainda este mês de março, desconhecendo-se, para já, quando estará à venda em Portugal e qual será o preço.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)