Uber proibida de operar em Londres

By on 22 Setembro, 2017

O regulador dos transportes de Londres (Transport for London; TfL) proibiu a Uber de operar na capital inglesa a partir do fim do mês. Esta medida afectará cerca de 40.000 condutores.

De acordo com a TfL, a conduta da Uber demonstra uma falta de “responsabilidade corporativa” relativamente a uma série de questões que colocam em causa a segurança pública. As questões estão relacionadas com a abordagem da Uber no que diz respeito a: relato de delitos criminais sérios, certificação de condutores e utilização do software “Greyball”, que pode ser usado para impedir que reguladores tenham acesso total à app.

A licença da Uber expira no dia 30 de Setembro.

A empresa norte-americana irá recorrer da decisão, e até o processo estar concluído poderá continuar a operar. Tom Elvidge, Director Geral da Uber em Londres, acusa o regulador e o mayor, Sadiq Khan, de “subjugação perante um pequeno grupo de pessoas que pretende restringir as possibilidades de escolha dos consumidores” e afirma a “intenção de contestar esta decisão nos tribunais”.

Sadiq Khan apoia a decisão da TfL, afirmando que “em Londres todas as empresas têm que operar de acordo com as regras e respeitar os critérios exigidos, particularmente quando está em causa a segurança dos clientes.”

[Fonte: Reuters]

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)