Versão final da BMW M3 Touring foi finalmente apresentada e não desilude em nada

By on 24 Junho, 2022

Desejada por muitos, aguardada por muitos mais. O BMW M3 tem finalmente uma carrinha disponível na sua gama, com toda a versatilidade do formato, mas sem esquecer que se trata de um M3.

É um dos modelos mais aguardados dos últimos anos. Uma versão carrinha do BMW M3, é algo que os responsáveis da “M” já andam a tentar há algumas gerações, mas sem nunca encontrar uma forma plausível de concretizar este seu sonho. Até agora. Depois de diversos vídeos, teasers, um histórico com os principais momentos do seu desenvolvimento e dos obrigatórios testes no Nordschleife, a BMW M3 Touring é oficial e acaba de ser revelada debaixo de chuva, em Goodwood.

Depois de muita espera, a nova BMW M3 Touring é finalmente uma realidade. O quarto formato de carroçaria no segmento dos desportivos de tamanho médio conta com um visual bem mais arrojado do que as versões de grande produção da Série 3 Touring. Facilmente distinguível das restantes, a M3 Touring conta com generosos alargamentos na carroçaria, com o objetivo de conseguir encaixar o eixo traseiro de maior largura, a unidade motriz lá na frente a as rodas e vias de maior largura no eixo dianteiro.

Além disso, toda a estrutura teve de ser engenhosamente reforçada, para garantir o mesmo patamar de rigidez que se encontra nos outros formatos de carroçaria, uma vez que a abertura física interior desta versão é bem maior que todas as outras. Depois de conseguida a rigidez, foi o momento de passar para a parte de fora da carroçaria e trabalhar na aerodinâmica. Além do visual agressivo, a BMW M3 Touring também conta com diversas soluções destinadas ao arrefecimento de diversos componentes, tais como os travões ou mesmo o motor, através de um novo desenho interior da grelha frontal, semelhante ao que que encontramos na berlina.

Na secção traseira é obviamente onde se encontram as diferenças mais visíveis face ao M3 de quatro portas e, além do tejadilho pintado de negro brilhante, uma vez que não é produzido em fibra de carbono como na berlina, também está presente um spoiler superior mais evidenciado para melhorar a aerodinâmica a velocidades mais elevadas, ao mesmo tempo que oferece um pouco mais de força descendente. Na zona inferior, continua presente um generoso difusor, que é acompanhado de quatro imponentes saídas de escape, com 100 mm de diâmetro cada.

De lado, além das saídas de ar laterais com o logo desta versão e dos espelhos retrovisores com um desenho específico e com capas em fibra de carbono, estão também presentes saias laterais mais proeminentes, que oferecem um visual mais desportivo, ao jeito de um carro de competição e que compõem o conjunto da melhor forma em parceria com as jantes de liga leve da BMW M, com 19 polegadas de diâmetro no eixo dianteiro e 20 polegadas no eixo posterior.

Uma vez que se trata de uma M3 Touring Competition, o motor que a acompanha é o conhecido bloco de seis cilindros em linha com três litros de capacidade, capaz de produzir 510 cavalos de potência e um binário máximo de 650 Nm, que é acompanhado da caixa de velocidades automática M Steptronic de oito relações. Comum a todas as BMW M3 Touring é o sistema de tração integral M xDrive, capaz de oferecer diversos modos de condução para uma experiência ainda mais cativante. E depois, em termos de prestações, os mais céticos podem atirar de imediato a cartada do peso para cima da mesa, mas, face à versão equivalente de quatro portas, também equipada com o sistema de tração integral, a M3 Touring adiciona apenas 85 quilos. E na aceleração dos 0 aos 100 km/h, isso traduz-se em apenas uma décima de segundo de diferença, com o novo modelo a conseguir cumprir a medição em apenas 3,6 segundos. No que diz respeito à agilidade do conjunto, a BMW M também tratou disso, e este modelo só chega ao mercado depois de essa mesma condição ter sido cumprida. “Pode ser uma Touring, mas tem de se comportar como um M3”.

Se nos sentarmos ao volante da M3 Touring, as diferenças mais visíveis são as relacionadas com a mais recente atualização desta gama. Ou seja, a instrumentação e o monitor central são agora um completo painel conjunto, que nesta versão M inclui um novo grafismo mais personalizado com os tons da BMW Motorsport, tanto no monitor de 12,3 polegadas como no de 14,9. E claro que também não faltam as diversas hipóteses de personalização do sistema, que nos permite ajustar o motor, a suspensão, a direção, o sistema de travagem, a transmissão e até o controlo de tração ao nosso gosto, memorizando as duas configurações preferidas nos dois botões vermelhos existentes no volante.

Em opção, a M3 Touring também pode estar equipada com diversos elementos em fibra de carbono no habitáculo e com os assentos mais desportivos com um excelente apoio, com a estrutura em carbono, forrados em pele e com regulações elétricas. Só mesmo quando olhamos pelo espelho retrovisor é que nos lembramos que estamos a bordo de uma Touring, uma vez que o vidro traseiro está colocado lá mais atrás e até tem uma abertura individual para aceder ao compartimento de carga com 500 litros de capacidade. Afinal, uma carrinha tem de ser prática e não nos ocorre melhor forma de levar os miúdos à escola, antes de passar pelo supermercado. Aquele que fica do outro lado da serra com aquela estrada sinuosa…

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)