Volkswagen mostra a segunda geração do Phaeton que nunca chegou a produzir

By on 8 Julho, 2022

No momento em que a Volkswagen assinala os 20 anos desde o início da comercialização do seu Phaeton, a marca mostra o seu sucessor, que nunca chegou a ser produzido.

O Volkswagen Phaeton foi o verdadeiro topo de gama da marca, que esteve em comercialização entre 2002 e 2016. Definiu novos patamares de qualidade na marca, ajudou a criar modelos como o Touareg, por exemplo, permitiu à Volkswagen explorar novos sistemas e soluções, mas também a marcar presença no segmento dos modelos mais luxuosos e executivos do mercado.

Depois de 14 anos a ser produzido, a marca optou por descontinuar este modelo, uma vez que os responsáveis pelo Grupo Volkswagen preferiram mudar o seu principal foco para o desenvolvimento e produção de automóveis elétricos. Nos bastidores, no entanto, a segunda geração do Phaeton já estava pronta e a aguardar confirmação para o início da sua produção. E agora, 20 anos depois do lançamento desde modelo no mercado, a Volkswagen revela finalmente este segredo, que tem estado muito bem guardado.

É uma unidade única, mas está muito próxima do que seria um modelo de produção. Utiliza a plataforma modular (MLB) e foi construída com a finalidade de estar presente para a aprovação final por parte dos responsáveis do grupo. Tem mais de cinco metros de comprimento, 1,90 de largura e 1,45 metros de altura, uma dimensão que estava mais ou menos de acordo com os seus rivais deste segmento. Entre os detalhes mais originais, estava um tejadilho ligeiramente em forma de cúpula, para oferecer um pouco mais de espaço a bordo e um ecrã curvo.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)