Volkswagen T-Cross chega a Portugal com preços a partir de 18.771 euros

By on 5 Abril, 2019

A família SUV da Volkswagen acaba de ganhar novo membro com a chegada do “jovem, prático e versátil” T-Cross, encaixado no segmento A0 SUV, ou seja, modelos compactos, uma arena onde há muitos e bons rivais.

A VW denomina o modelo como um crossover urbano, com um estilo “casual” e sofisticado que, reclama a casa alemã, é marcante. Com 4,11 metros de comprimento e 1,56 metros de altura, o T-Cross emparelha-se com o Polo (tem mais 5,4 cm de comprimento e 11,2 cm de altura) ficando abaixo do T-Roc, oferecendo desta forma uma opção clara para os consumidores já infetados pelo poderoso vírus SUV. Aliás, é admitido pela VW que o T-Cross poderá canibalizar as vendas do Polo, algo projetado na estratégia do importador, desejando de forma clara conquistar novos clientes seja ao Polo, ao Golf como aos outros “players” deste segmento ou de outros segmentos.

A estratégia para essa conquista é clara: um ariete com motor 1.0 TSI a gasolina com 95 CV e um nível de equipamento menos rico, mas com um preço irresistível de 18.771 euros. Depois há um salto de quase três mil euros para o nível Life, tendo o passo para o Style praticamente o mesmo valor, diferenciando-se pelos motores, para já, o 1.0 TSI nas versões de 95 e 115 CV. Apesar deste ser um segmento “gasolina”, a Volkswagen não desiste facilmente do gasóleo e por isso em junho pode contar com um bloco turbodiesel com 115 CV. E se quiser a caixa automática de dupla embraiagem DSG para o motor mais potente e nos dois níveis superiores de equipamento (Life e Style, acabaram os Confortline, Highline e afins), são cerca de dois mil euros mais.

Contas feitas, a gama inicial do T-Cross tem seis modelos: T-Cross 1.0 TSI 95 CV (180 km/h, 11,5 s dos 0-100 km/h, 5,8 l/100 e 132 gr/km de CO2) cuja etiqueta de preço é de 18.771,25 euros, segue-se o T-Cross 1.0 TSI 95 Life (180 km/h, 11,5 s dos 0-100 km/h, 5,8 l/100 e 132 gr/km de CO2) cujo preço é de 21.131,42 euros, sendo estes os dois modelos com o bloco menos potente. Com o motor de 115 CV, encontramos o T-Cross 1.0 TSI 115 Life (193 km/h com caixa manual ou DSG, 10,2 segundos dos 0-100 km/h com caixa manual ou DSG e 5,9 l/100 km com 133 gr/km de CO2 para o manual e 6,2 l/100 km e 140 gr/km de CO2 para a caixa DSG) com o preço de 22.264,24 euros, o T-Cross 1.0 TSI 115 Style por 25.620.45 euros, o T-Cross 1.0 TSI 115 DSG Life por 23.859,33 euros e, finalmente, o T-Cross 1.0 TSI 115 DSG Style, com um preço de 27.215,54 euros. O bloco diesel, como refiro acima, só estará disponível em junho e com um preço entre 25 e 30 mil euros.

Quanto ao equipamento oferecido nos três níveis (T-Cross, Life e Style), é diverso. O T-Cross é o ponto de partida da gama e oferece banco traseiro rebatível assimetricamente, espelhos na cor da carroçaria, barras de tejadilho pretas, gaveta por baixo do banco do passageiro, volante multifunções, ar condicionado manual, bancos dianteiros ajustáveis em altura, vidros elétricos nas quatro portas, espelhos exteriores elétricos, extensão de garantia para 5 anos ou 100 mil quilómetros, fecho central de portas, sistemas “Front Assist”, “Lane Assist” e indicador multifunções “Plus”, ajuda no arranque em subida, sistema de monitorização dos peões, Bluetooth, rádio “Composition Colour” com ecrã sensível ao toque com 6,5 polegadas, Volkswagen Connect, jantes de aço de 16 polegadas. 

O nível Life acrescenta a esta lista o apoio de braços dianteiro, volante e alavanca da caixa em couro, cruise control adaptativo, faróis de nevoeiro com luz de curva, sensor de chuva e luz, sistema de deteção de fadiga, sistema de som “Composition Media” com ecrã de 8 polegadas sensível ao toque, leitor de cartões SD e entrada AUX-In, seis altifalantes, interface USB com ligação iPhone e Bluetooth e jantes de liga leve de 16 polegadas.

Finalmente, o nível Style oferece tudo isto de série, mais sistema de navegação “Discover Media” com ecrã de 8 polegadas sensível ao toque, dois leitores de cartões SD e entrada AUX-In, Volkswagen Media Control, CarNet durante 3 anos, Bluetooth, jantes de liga leve de 17 polegadas, sensores de estacionamento à frente e atrás, carregamento por indução, Active Info Display (o painel de instrumentos digital), câmara traseira, ar condicionado automático Climatronic, bancos desportivos, faróis dianteiros LED e barras de tejadilho cromadas. Na lista de opcionais, poderá encontrar items como o alarme (286 euros), jantes de liga leve de 18 polegadas (entre 462 e 551 euros), vários pacotes, que permitem “cozinhar” o seu T-Cross á sua medida.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

Deixe um comentário

Please Login to comment