Volkswagen vai criar seis gigafactory e promete redução dos preços dos carros elétricos

By on 15 Março, 2021

Tal como a Tesla, também o Grupo Volkswagen decidiu criar um dia dedicado apenas à eletrificação. O denominado Power Day serviu para o gigante alemão revelar qual a estratégia de eletrificação para o futuro. Um dos principais pontos de destaque passa pela previsão de inauguração de seis gigafactory até ao fim da década (2030). “A mobilidade elétrica tornou-se o nosso principal foco”, afirma Herbert Diess, presidente do conselho de administração do Grupo Volkswagen.

A criação destas seis gigafactory vai permitir produzir um total de 240 GWh por ano, quando todas elas estiverem a trabalhar na máxima força. As duas primeiras vão ser criadas em Skelleftea, Suécia e Salzgitter, Alemanha.

Para além disso, o Grupo Volkswagen vai começar a introduzir a nova “unified cell concept”. Esta tecnologia vai ser utilizada nos modelos elétricos que chegam ao mercado a partir de 2023, com o objetivo de que faça parte de 80% da gama em 2030. “O nosso objetivo é reduzir o custo e a complexidade da bateria e, ao mesmo tempo, aumentar a autonomia e performance”, refere Thomas Schmall, membro do conselho de tecnologia do Grupo Volkswagen. “Vamos usar as nossas economias de escala em benefício dos clientes no que diz respeito a bateria. Em média, vamos reduzir o custo dos sistemas de bateria para um valor inferior a 100€ por kWh. Deste modo, vamos tornar a e-mobilidade acessível”, acrescentou Schmall.

O terceiro ponto de interesse apresentado no Power Day da Volkswagen remete-nos para as infraestruturas de carregamento. Se outrora era a autonomia o principal “calcanhar de Aquiles” dos carros elétricos, hoje uma das principais preocupações remete-nos para a capacidade de carregamento face à crescente procura por veículos eletrificados. Neste ponto, o Grupo Volkswagen pretende lançar, em conjunto com os parceiros neste capítulo, 18 mil postos de carregamento rápido abertos ao publico na Europa até 2025.

Este investimento será liderado pela joint venture com a Ionity. Contudo, O Grupo Volkswagen também chegou a um acordo com a BP. Fora da Europa, o Grupo pretende lançar 3500 postos de carregamento rápido nos Estados Unidos da América, bem como 17 000 na China, igualmente até 2025.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)