Volvo vai monitorizar o condutor para evitar acidentes por distração ou embriaguez

By on 21 Março, 2019

A preocupação da Volvo com a sinistralidade rodoviária e a vontade férrea de chegar às zero fatalidades ao volante, levou a casa sueca a tomar decisões arrojadas.

A partir de 2020, a Volvo vai instalar câmaras de monitorização do condutor, em todos os modelos, que irão monitorizar a condição do condutor. Além disso, como o AUTOMAIS já lhe tinha referido, todos os Volvo vão ter a velocidade limitada aos 180 km/h. Como funciona o sistema de monitorização do condutor?

O sistema será capaz, através de várias câmaras e sensores, detetar se o condutor está ou não embriagado ou debaixo da influência de estupefacientes e, até, se adormeceu ou está demasiado distraído. Isto porque segundo estudos norte americanos, 30% das mortes envolveram pessoas debaixo de influência de estupefacientes. 

Para a Volvo, as drogas, o alcool e a sonolência, são “três áreas que constituem as maiores falhas rumo à visão da Volvo de um futuro com zero mortes na estrada.”

O sistema de controlo do condutor terá sensores que permitirão ao carro intervir se o condutor não responder aos estímulos visuais e sonoros. Nos modelos que no futuro tenham condução autónoma acima de nivel 2, o carro assumirá o controlo e estacionará o carro na berma da estrada. Segundo a Volvo, esse controlo pode ser feito “através da limitação da velocidade do carro, alertando o sistema Volvo On Call, posteriormente desacelerar e cumprir o estacionamento na berma, em segurança. Os carros da Volvo construídos sob a plataforma SPA2, já terão estes sistemas, pelo que vão surgir nos primeiros meses de 2020. Detalhes sobre as câmaras e sensores, quantidade e localização, não foram divulgados.

Outra novidade da Volvo será o “Care Key”, oferecido de série em todos os carros. É uma tecnologia inserida na chave do veículo que permite ao proprietário limitar a velocidade do carro para os utilizadores que autorizou para o seu veículo. É um sistema muito semelhante ao que a Ford lançou há seis anos (chamado MyKey) para o Fiesta.

Todos estes anúncios foram feitos após uma conferência de imprensa online que comemorou, também, os 60 anos que passaram desde o lançamento do cinto de segurança de três apoios como equipamento de série. Inventado por Nils Bohlin, o cinto de segurnaça de três apoios terá sido o dispositivo que mais vidas salvou nas últimas décadas, tendo de ser feita a vénia à Volvo, pois partilhou o desenho do cinto com todos os construrores, optando pela proteção dos condutores ao invés do puro lucro.

Por isso mesmo, a Volvo quer iniciar o debate sobre a obrigatoriedade, ou não, dos construtores instalarem tecnologia que force uma mudança de comportamento dos condutores.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

Deixe um comentário

Please Login to comment