Walter Röhrl conta-nos a história de todas as gerações dos 911 Turbo até à data

By on 22 Dezembro, 2020

O Porsche 911 vai na geração 992 e, como é tradição desde a geração 930, tem na gama versões Turbo. Quando se fala do Turbo S, as opiniões têm sido extremamente positivas e os inúmeros vídeos de drag race mostra que é um desportivo bastante veloz. Perante isto, a Porsche recorreu ao ex-piloto Walter Röhrl para voltar atrás no tempo e mostrar que tudo se deve a uma evolução com mais de 40 anos.

Geração 930

O “pai” dos 911 Turbo foi lançado em 1975 e, para Röhrl, foi uma “revolução técnica na produção de automóveis. A primeira variante com 260 cavalos e transmissão manual de quatro velocidades” conseguia ser um “desafio para pilotos mais qualificados”, acrescenta Röhrl. O ex-piloto revela ainda que realizou um sonho pessoal em 1979 quando comprou o primeiro 911 Turbo.

Geração 964

De seguida, surgiu o 964 que, na variante Turbo, conheceu duas versões. As primeiras unidades estão entre as menos populares visto que utilizam o mesmo motor 3.3 litros da geração 930, enquanto, numa segunda fase, mudou radicalmente com o aparecimento do Turbo 3.6. “Com um motor completamente novo e uma potência de 360 cavalos, continua a ser um carro de sonho na atualidade”, explica Walter.

Geração 993

O alemão começa por dizer que a geração 993 é uma “grande passo em frente: tração integral”. De facto, o 993 foi o primeiro Turbo em que a potência chega às quatro rodas e, Walter Röhrl teve influência no desenvolvimento do mesmo. “Cedo durante o desenvolvimento eu disse que era impossível um carro fazer 408 cavalos sem tração integral. Depois de vários testes, nós decidimos por uma nova embraiagem com distribuição de potência variável para a dianteira, ao contrário da fórmula anterior com distribuição fixa. Particularmente em combinação com o eixo traseiro Weissach e o desenvolvimento de potência harmonioso do motor biturbo, o 993 Turbo é simplesmente fantástico de conduzir e dificilmente é batido no que diz respeito a dinâmica de condução.”, explica Röhrl.

Geração 996

Tal como na geração anterior, a Porsche deu novo passo importante no desenvolvimento do 911 com o aparecimento de motores com refrigeração líquida. Para Walter, o 996 era de longe o melhor 911 Turbo até à data de lançamento, apesar do visual desta geração não ter sido o mais popular. Contudo, do ponto de vista do condutor, o 996 Turbo ainda é um desportivo bastante rápido, graças aos 420 cavalos, e completamente capaz como carro de dia-a-dia a um preço razoável. O 996 Turbo foi também o primeiro a receber a transmissão Tiptronic.    

Geração 997

“A geração 997, acima de tudo, representa o passo para a era moderna no que diz respeito a design”, começa por indicar Röhrl. “No ponto de vista técnico, o até então limite mágico de 500 cavalos foi atingido pelo 997.2 Turbo e a transmissão PDK de dupla embraiagem foi introduzida pela primeira vez”, acrescentou o alemão.

Geração 991

A anterior geração do 911 Turbo marcou Röhrl pela “capacidade de resposta, equilíbrio e potência dos motores – é simplesmente incrível. Esta geração esteve em comercialização entre 2011 e 2019, até ser substituída pelo atual 911, a 992.

Geração 992

Por fim, chegamos à geração que podemos encontrar nos concessionários da marca alemã atualmente, a geração 992 e a versão Turbo S tem sido bastante apreciada a nível mundial. “O 992 Turbo conduz-se quase ao nível de um superdesportivo, mas é possível meter qualquer pessoa ao volante sem medo”, refere Walter Röhrl. “É apenas inacreditavelmente rápido. Eu tiro o chapéu ao departamento de desenvolvimento porque os diferentes talentos que este veículo possui eram simplesmente inconcebíveis há uns anos”, terminou o alemão.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)