Wrangler: o Jeep original renovou-se

By on 12 Outubro, 2018

É verdade, não parece, mas este é um Wrangler totalmente novo. Mas que continua com o mesmo aspeto, com o mesmo sistema de carroçaria aparafusada ao chassis e com as mesmas capacidades fora de estrada. E como continua a ser fabricado nos EUA, apesar de em Portugal ser um comercial, manteve o preço elevado, a partir dos 51 mil euros.

O Jeep Wrangler sempre foi um dos sonhos americanos e tem mantido performance comercial assinalável. O estilo rustico que nos leva aos filmes de guerra com o Willis, a capacidade de desaparafusar portas, janelas, para brisas, enfim, despir o Wrangler e as suas capacidades fora de estrada, são uma sedução a que não é fácil resistir.

O que foi que a Jeep melhorou com este novo Wrangler?

Bom, “atacou” os pontos menos positivos. Desde logo, o novo motor 2.2 litros vindo do Giulia, bloco turbodiesel com 200 CV e acoplado a uma caixa de oito velocidades automática, abandonando, de vez, a unidade manual e o motor 2.8 litros, gastador e com níveis de performance inferiores. Reforçou os eixos do carro com novas unidades Dana – para quem não conhece, são uma referência mundial em termos de eixos para veículos 4×4 ou mais seja qual for a utilização – e oferece dois tipos de tração integral permanente ás quatro rodas: Command Trac e Rock Trac, bloqueio elétrico dos eios dianteiros e traseiros Tru Lock, diferencial autoblocante Trac Lok e, ainda, o desligar eletrónico da barra estabilizadora.

Ambos os sistemas dispõem da nova caixa de transferência permanente de duas velocidades Selec-Trac. Em pormenor, o sistema de tração às quatro rodas Command-Trac dispõe de uma caixa de transferência de duas velocidades com relação de redução de baixa potência de 2,72:1, robustos eixos dianteiros e traseiros de última geração Dana com relação de 3,45 no eixo traseiro para a versão a gasolina e de 3,73 para as versões diesel. O sistema opera em 4 modalidades de condução (mais Neutral):, 2H (tração 4×2 e relações de caixa Altas), 4H Auto (tração Activa Permanente On-Demand e relações de caixa altas),4H Part-Time (tração às quatro rodas temporária e relações de caixa altas), N(Neutral), 4L (tração às quatro rodas e relações de caixa baixas). O Wrangler dispõe de tecnologia de mudança de tração em andamento, que permite passar de 2WD para 4WD com relações de caixa altas e velocidade até 72 km/h. Em condições normais, o Command-Trac opera com tração a duas rodas (2WD) e transfere 100% do binário para o eixo traseiro.

As versões Rubicon são equipadas com sistema Rock-Trac 4×4, com caixa de transferência de duas velocidades com relação de redução de baixa potência de 4,0:1 e com robustos eixos dianteiros e traseiros de última geração Dana 44 e bloqueio eléctrico dos eixos dianteiro e traseiro Tru-Lok.

O equipamento de série inclui ainda uma relação de 4,10 nos eixos dianteiro e traseiro para os modelos a gasolina e de 3,73 para as versões diesel e bloqueio elétrico dos eixos dianteiro e traseiro Tru-Lok.  Também oferece maior articulação e maior curso da suspensão com a ajuda da desconexão electrónica da barra estabilizadora. Este sistema permite ao condutor desconectar a barra estabilizadora dianteira.

O interior foi totalmente refeito para ser bem mais agradável à vista e na utilização, com destaque para a chegada do sistema Uconnect de quarta geração com Apple CarPlay e Android Auto em ecrãs de 5, 7 ou 8,4 polegadas com função tocar e ampliar. A tecnologia embarcada também não é curta. O Wrangler oferece monitorização dos ângulos mortos com deteção de veículos em aproximação à traseira, câmara de marcha atrás ParkView e controlo de estabilidade com sistema eletrónico anti capotamento.

Disponíveis estão três níveis de equipamento, Sport, Sahara e Rubicon, com 2 ou 4 portas, sendo que os Sahara podem receber o pacote de equipamento Overland. E se quiser personalizar o seu Wrangler, é escolher entre os mais de 180 acessórios Mopar disponibilizados. Ah! e não se esqueça que pode lavar o interior com uma máquina de pressão, pois há uma capa impermeável que protege o sistema de info entretenimento.

Os preços do Wrangler começam nos 51.000 euros do Sport 2.2 200 CV e terminam nos 66.500 euros do Rubicon de 4 portas.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)