Kia Proceed: elegância e versatilidade de mãos dadas

By on 13 Setembro, 2018

Desenhado, desenvolvido e produzido na Europa, vem complementar a gama Ceed com uma “shooting brake” única que estará à venda no primeiro trimestre de 2019 e que será a figura de proa do espaço da Kia no Salão de Paris. Chega a Portugal no final do primeiro mês do próximo ano, com preços acima do Ceed, mais exatamente, 4.500 euros. Porém, o ProCeed só está disponível no nível GT Line (mais mo GT desportivo) e terá mais equipamento que o Ceed GT Line.

O novo Kia ProCeed, foi desenhado no centro de estilo da Kia na Alemanha (Russelsheim) desenvolvido pelo braço de engenharia da marca coreana no Velho Continente e será produzido em Zilina, na Eslovaquia. Fazendo jus à sua exclusividade, o Proceed só estará disponível das versões GT Line e GT, oferecendo uma garantia de 7 anos ou 150 mil quilómetros.

Sobre o novo modelo da gama Ceed, Emilio Herrera, COO da Kia Motors Europe, referiu que “O ProCeed é um automóvel que incorpora tudo aquilo que a Kia representa. Desenvolvido nas estradas europeias para os condutores europeus, este modelo será viciante de conduzir. Ao mesmo tempo, a sua construção (também ela europeia e obedecendo às mais rígidas normas) oferece aos condutores o descanso de poderem contar com a garantia de 7 anos ou 150 000 km exclusiva da Kia.”

O responsável da Kia acrescentou ainda que “enquanto elemento da agora mais extensa família Ceed, o ProCeed desempenhará um papel significativo no crescimento da Kia no mercado europeu, que é já uma realidade. No nosso continente, já foram vendidos mais de 1,3 milhões de exemplares desta família desde 2006. O ProCeed vem alargar ainda mais o apelo da gama Ceed”.

Alternativa ao coupé

O Ceed Coupé desapareceu da gama tomando o seu lugar este Proceed que tenta conjugar a elegância dos coupé com a versatilidade das carrinhas, mas com dimensões mais próximas de um desportivo, ou melhor, de um GT. Não espanta por isso que o ProCeed seja mais baixo e mais comprido que o Ceed de cinco portas e a carrinha e a zona do habitáculo esteja mais recuada, O autor do Stinger, Gregory Guillaume (responsável pelo departamento de estilo da Kia na Europa) supervisionou o estilo do ProCeed. Diz ele que  “era impensável colocarmos pura e simplesmente um fim ao coupé sem o substituir. Precisávamos, pois de reinventar o pro_cee’d, no sentido de garantirmos que toda essa vitalidade e carácter não se perderiam. O novo modelo teria então não só de assumir o lugar de topo da atual família Ceed, mas também de ser imediatamente identificável como o automóvel mais emocionalmente envolvente de toda a gama. O resultado é o ProCeed”.

Um estilo arrojado

O Kia ProCeed exibe a grelha “Tiger Nose” já habitual nos modelos Kia, as luzes LED diurnas em forma de cubos de gelo e um para choques redesenhado. De perfil, destaca-se uma linha de tejadilho inclinada, que desce na direção da traseira, fundindo-se com as respetivas partes laterais. Os “vincos” que dão forma a este modelo prolongam-se a toda a extensão do mesmo. A superfície vidrada é semelhante à do protótipo de 2017, sobressaindo o “Sharkblade”, toque de estilo que surge no pilar C, juntando  cromados e ângulos bem definidos. O carácter do ProCeed está evidente neste detalhe: o vidro traseiro do Ceed Sportswagon apresenta uma inclinação de 50,9° em relação à vertical, próxima dos 52,4º que encontramos na versão hatchback de 5 portas. Já no ProCeed, este vidro surge bastante mais horizontal, com um ângulo de 62,4º em relação à vertical.

Com os seus 4605 mm de comprimento, o ProCeed é 5 mm mais comprido que o Ceed Sportswagon, para além de apresentar uma projeção dianteira igualmente superior, cifrada nos 885 mm. Os 1422 mm de altura tornam a sua linha de tejadilho 43 mm mais baixa do que a da versão Sportswagon, ao mesmo tempo que a sua distância ao solo é 5 mm menor, situando-se nos 135 mm. Já a distância entre eixos é igual à dos outros modelos Ceed (a plataforma é a mesma, a “K2), com 2650 mm.

Na traseira, o portão desce mais abaixo oferecendo uma postura desportivaexibe um posicionamento mais baixo do para choques traseiro, sendo esta uma das características que permitem ao ProCeed exibir uma postura desportiva, a que se juntam a saída dupla de escape, o nome ProCeed em letras maiúsculas no centro da porta da bagageira, sob as luzes LED, que se prolongam horizontalmente a toda a largura desta.

Interior com ousadia limitada

O interior do ProCeed tem a mesma ergonomia do habitáculo dos outros modelos da gama Ceed, destacando a qualidade dos materiais e pelos elementos decorativos metalizados. O habitáculo diverge dos outros modelos da gama num conjunto de pequenas alterações que conferem um ambiente mais desportivo.

O revestimento do tejadilho cinzento do Ceed e da Sportswagon é substituído por tecido preto, as embaladeiras das portas apresentam chapas de revestimento metálicas e o volante tem, nas versões com caixa de velocidades de dupla embraiagem, patilhas de comando da caixa em metal.

As versões ProCeed GT apresentam o novo banco desportivo da Kia, com almofadas mais amplas e firmes nas zonas laterais e das coxas comparativamente ao cee’d GT original. Estofados a pele e camurça pretas, os bancos do GT beneficiam de um acabamento com pespontos vermelhos, onde está o logótipo GT. Nas versões GT Line do ProCeed, os bancos dianteiros de série usufruem também eles de almofadas laterais mais amplas do que aquelas que encontramos no Ceed e na Sportswagon convencionais, revestidas a tecido preto ou pele sintética cinzenta clara. Quem optar pela linha GT Line, poderá escolher, como opcional, os bancos GT, mas revestidos a pele preta ou camurça com pespontos cinzentos.

Com 594 litros, a bagageira do ProCeed é 50% mais espaçosa do que a do Ceed hatchback de cinco portas. Não bate a capacidade da mala da Ceed Sportswagon (625 litros), mas, reclama a Kia, oferece uma versatilidade semelhante, oferecida pelos bancos traseiros rebatíveis na proporção 40:20:40, comandados através de um toque numa alavanca situada na porta da bagageira. Com os bancos rebatidos, o piso da bagageira fica liso. Uma zona de arrumação sob o piso pode ser aproveitada para guardar objetos mais pequenos. O comando elétrico da tampa da mala é opcional.

Tecnologia e segurança

O sistema de info entretenimento tem um ecrã tátil de 7 polegadas (há um opcional com 8 polegadas que inclui sistema de navegação TomTom) e o Kia Connected Services. Está disponível o Apple CarPlay e o Android Auto e, ainda, um poderoso sistema de som JBL Premium com função de processamento de som Clari-Fi. Juntam-se a integração total de smartphones com Bluetooth, luzes automáticas e entrada sem chave.

Existem modos de condução para os modelos equipados com caixa de sete velocidades de dupla embraiagem, são eles Normal e Desportivo. O modo Normal é mais relaxado e económico, o modo Sport  melhora as respostas do pedal do acelerador e da direção, além de ativar outro “software” da caixa de dupla embraiagem, deixando explorar os regimes mais elevados

Quanto aos sistemas de segurança, de série, incluem o assistente das luzes de máximos, o aviso de atenção do condutor e a assistência à manutenção na faixa de rodagem com assistência à prevenção de colisões frontais. Há ainda a assistência de fila de trânsito que não passa de uma tecnologia de condução autónoma de nível 2, que deteta os veículos que circulam mais à frente no tráfego e identifica as marcações das faixas de rodagem, controlando a aceleração, a travagem e a direção, funcionando entre os 0 e os 180 km/h.

Mecânicas conhecidas que cumprem norma Euro6d-Temp

O Kia ProCeed utilkiza a mesma plataforma do Ceed, logo utiliza suspensões independentes nos dois eixos com o traseiro a oferecer uma configuração multibraços. A direção assistida eletricamente tem uma relação de 12.7:1 e necessita de apenas 2,44 voltas de topo a topo. Controlo de estabilidade e do sistema de gestão de estabilidade do ProCeed, fazem parte do equipamento de série, ao qual se pode juntar o sistema de vectorização de binário pela travagem que, virtualmente, consegue distribuir o binário, conforme a necessidade para uma das rodas.

Quanto aos motores, o ProCeed GT Line está disponível com uma gama de três motorizações. Nas opções a gasolina contam-se o 1.0 T-GDi com 120 CV e 172 Nm de binário e o novo 1.4 T-GDi, de 140 CV e 242 Nm de binário. Ambos estão equipados com filtro de partículas de gasolina, o que permite ir além do exigido pela norma Euro 6d TEMP. Para ambos, estão disponíveis uma caixa manual de seis velocidades (de série) e uma unidade de sete velocidades de dupla embraiagem, opcional para o 1.4 T-GDi. A versão GT está equipada com o bloco 1.6 T-GDI com 204 CV e 265 Nm de binário, acoplada a uma caixa de dupla embraiagem de 7velocidades.

O ProCeed também oferece um motor diesel, o “Smartstream” 1.6 CRDi com 136 CV com caixa manual de 6 velocidades ou com uma caixa de 7 velocidades de dupla embraiagem, oferecendo então, no primeiro caso, um binário de 280 Nm e, no segundo, de 320 Nm. Respeita a mais recente norma de emissões de gases de escape Euro 6d TEMP, recorrendo à tecnologia de Redução Catalítica Seletiva (SCR) para reduzir o NOx.

Deixe um comentário

Please Login to comment